Unidade de combate ao terrorismo investiga incidente na Ponte de Londres

PorExpresso das Ilhas, Lusa,29 nov 2019 16:09

A unidade de combate ao terrorismo está a investigar o incidente de hoje na Ponte de Londres (London Bridge), que envolveu um ataque com arma branca e fez pelo menos cinco feridos, anunciou a polícia metropolitana inglesa.

“Nesta altura, as circunstâncias relativas ao incidente na Ponte de Londres não são claras, mas, por precaução, estamos a responder ao incidente como um acto de terrorismo”, explica a polícia na rede social Twitter,

Segundo o jornal The Guardian, um homem foi atingido pela polícia na sequência do incidente, que ocorreu cerca das 14h00 locais (13h00 na Praia) e causou vários feridos.

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram polícias armados a apontar armas a uma pessoa que parece estar a atravessar a ponte empunhando facas, e algumas testemunhas relataram ter ouvido tiros.

A Ponte de Londres foi fechada ao trânsito e o Serviço de Ambulâncias de Londres considerou o incidente como “um caso prioritário”, enviando várias equipas para o local.

De acordo com informação avançada pela polícia metropolitana na rede social Twitter, a estação de metropolitano daquela área também foi encerrada e a ponte continuará fechada enquanto agentes armados estão a investigar as imediações.

“A ‘London Bridge’ permanece fechada nas duas direções entre a Fenchurch Street e a Southwark Street. Existem longos atrasos em ambas as direções”, avisou o presidente da câmara de Londres, SadiqKhan no Twitter.

O primeiro-ministro, Boris Johnson, adiantou estar “a ser informado” e, também através das redes sociais, agradeceu à polícia e aos serviços de emergência pela “resposta imediata”.

O jornalista da BBC John McManus, que estava no local à hora do incidente, disse ter assistido a uma discussão entre várias pessoas na ponte.

“De início pensei que era uma discussão, mas de seguida ouviram-se disparos”, afirmou.

Em 2017 a Ponte de Londres foi palco de um ataque quando duas pessoas foram mortas num atentado de reivindicado por apoiantes do grupo jihadista Estado Islâmico, e que prosseguiu em Borough Market, nos arredores, com mais vítimas.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,29 nov 2019 16:09

Editado porSara Almeida  em  30 nov 2019 9:30

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.