TAP vai receber 1200 milhões de euros do Estado português

PorExpresso das Ilhas,10 jun 2020 11:06

Bruxelas deu autorização à operação financeira. Empréstimo tem duração de seis meses e prevê "condições estritas de remuneração e uso dos fundos".

O valor foi apresentado ontem, quando o governo português apresentava a proposta de Orçamento Suplementar e, entretanto, recebeu luz verde de Bruxelas.

Explica o Público que segundo o documento entregue à Assembleia da República, está em causa "pelo menos um empréstimo de 946 milhões de euros à companhia aérea, na qual o Estado detém 50% do capital".

Esta manhã, em comunicado, a Comissão Europeia refere que as ajudas que o Estado vai dar à transportadora aérea vão ser usadas para resolver as "necessidades imediatas de liquidez" da TAP sem "distorcer a concorrência" no mercado europeu.

No mesmo comunicado, Margrethe Vestager, comissária europeia com a pasta da Concorrência,  explica que a ajuda permitirá à TAP resolver os problemas urgentes de tesouraria e preparar “a sua reestruturação, para garantir a viabilidade no longo prazo”.

"A medida ajudará a evitar disrupções para os passageiros", nota a comissária enquanto recorda que o sector da aviação civil foi dos mais afectados pela pandemia de COVID-19. "O levantamento progressivo das restrições às viagens e a abertura da época turística também ajudam indirectamente o sector turístico português e a economia como um todo", afirmou.

Esta ajuda, prossegue o comunicado, pode ser assegurada por "um máximo de seis meses" o que dará "tempo à empresa para encontrar soluções numa situação de emergência".

"As autoridades portuguesas garantiram que a TAP vai reembolsar o empréstimo ou submeter um plano de reestruturação dentro de seis meses para assegurar a sua viabilidade futura", sublinha a Comissão.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,10 jun 2020 11:06

Editado porSara Almeida  em  10 jun 2020 16:30

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.