Covid-19: Um milhão de norte-americanos já recebeu a primeira dose da vacina

PorExpresso das Ilhas,24 dez 2020 7:44

Um milhão de norte-americanos já recebeu a primeira dose da vacina contra a covid-19, dez dias após o início da campanha de vacinação, anunciou hoje o director da principal agência federal de saúde pública dos EUA.

“Os Estados Unidos alcançaram uma marca preliminar mas crucial hoje. As autoridades locais já relataram que mais de um milhão de pessoas receberam a sua primeira dose da vacina contra a covid-19”, destacou Robert Redfield, após terem sido entregues três milhões de doses na semana passada.

No entanto, segundo o conselheiro do programa de imunização do Governo, Moncef Slaoui, a meta de vacinar 20 milhões de pessoas até ao final do ano “não será provavelmente alcançada”, realçou hoje em declarações à imprensa.

Os Estados Unidos têm como meta imunizar 100 milhões de pessoas até o final do primeiro trimestre de 2021, e outros 100 milhões antes do final do segundo trimestre, acrescentou Slaoui.

Já o director dos Centros de Controle e de Prevenção de Doenças (CDC, na sigla inglesa), principal agência federal norte-americana em matéria de saúde pública, pediu aos norte-americanos que continuem a cumprir as regras de distanciamento social e uso de máscaras até que toda a população esteja vacinada.

Duas vacinas contra a covid-19, da Pfizer/BioNTech e da Moderna, já foram aprovadas para distribuição pelas autoridades de saúde dos Estados Unidos, que iniciaram a sua campanha de vacinação em 14 de Dezembro.

O Pentágono anunciou na terça-feira o pedido de mais 100 milhões de doses da Pfizer/BioNTech, elevando o total de pedidos para 400 milhões de doses, correspondendo metade às da Pfizer e a outra metade às da Moderna.

Esta encomenda irá permitir imunizar 200 milhões de pessoas nos Estados Unidos, sendo que estas duas vacinas exigem duas injeções, dadas com um mês de intervalo.

Anthony Fauci, uma das figuras altamente respeitadas nos EUA na luta contra a pandemia de covid-19, disse hoje que se a operação de vacinação da população correr bem, o país pode atingir um nível de 70 a 80% de imunidade no próximo verão.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.718.209 mortos resultantes de mais de 77,9 milhões de casos de infecção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (322.849) e também com mais casos de infeção confirmados (mais de 18,2 milhões).

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,24 dez 2020 7:44

Editado porAndre Amaral  em  26 set 2021 23:20

pub.

pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.