COVID-19: Fosso entre países ricos e pobres na capacidade de vacinação preocupa OMS

PorExpresso das Ilhas, Lusa,26 jan 2021 6:46

O fosso entre países ricos e pobres na capacidade de vacinação contra a covid-19 está a aumentar e preocupa a Organização Mundial da Saúde (OMS), admitiu o diretor-geral da agência da ONU, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A OMS continua a precisar de um investimento de 26 mil milhões no seu dispositivo para acelerar o acesso a ferramentas de combate à pandemia e, de acordo com um estudo da Câmara de Comércio Internacional, citado por Tedros, "o nacionalismo da vacinação pode custar à economia global até 9,2 biliões de dólares".

"Quase metade desse montante, cerca de 4,5 biliões, serão perdidos pelas economias mais ricas", acrescentou.

Na conferência de imprensa bissemanal da organização, esta segunda-feira ao final da tarde, o responsável máximo da OMS lembrou ainda que o programa para acelerar o acesso a ferramentas de combate à covid-19, denominado Acelerador ACT, ainda precisa de cerca de 26 mil milhões de dólares.

Lançado no final de Abril de 2020, o Acelerador ACT pretende acelerar o desenvolvimento e produção de produtos de diagnóstico, tratamentos e vacinas contra o novo coronavírus, além de garantir um acesso equitativo aos mesmos.

"O nacionalismo da vacinação pode servir objectivos políticos de curto prazo, mas é do interesse económico a médio e longo prazo que todas as nações apoiem a equidade da vacinação", insistiu Tedros.

"Enquanto não metermos fim à pandemia em toda a parte", advertiu o diretor-geral da OMS, "não vamos conseguir acabar com ela".

"Os países ricos estão a lançar vacinas, enquanto os países menos desenvolvidos do mundo observam e esperam. A diferença entre os ricos e os pobres aumenta a cada dia que passa", concluiu Tedros Adhanom Ghebreyesus.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.129.368 mortos resultantes de mais de 99,1 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,26 jan 2021 6:46

Editado porAndre Amaral  em  25 set 2021 23:20

pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.