Homens armados raptam 22 agricultores nos arredores da capital nigeriana

PorExpresso das Ilhas, Lusa,24 jun 2022 14:45

Homens armados raptaram 22 agricultores enquanto trabalhavam no campo nos arredores da capital da Nigéria, Abuja, esta quarta-feira, anunciou hoje a polícia nigeriana.

Bandos de criminosos, conhecidos localmente como "bandidos", atacam frequentemente áreas rurais no centro e noroeste da Nigéria, mas os raptos em larga escala são raros no Território da Capital Federal (FCT), igualmente no centro da Nigéria.

O rapto "ocorreu em Rafin Daji, uma localidade entre o Estado do Níger e o Território da Capital Federal", indicou à agência France Presse o porta-voz da polícia regional, Oduniyi Omotayo.

"Confirma-se que 22 agricultores foram raptados" enquanto trabalhavam nos seus campos, acrescentou Omotayo.

A polícia e agências de segurança montaram uma operação de resgate numa floresta próxima, onde os atacantes estavam escondidos, acrescentou a fonte, sem dar mais pormenores sobre a operação.

Nos últimos anos, a violência levada a cabo por bandos de criminosos tem vindo a aumentar. Mais de 2.600 civis foram mortos em 2021, número que aponta para um aumento de mais de 250% em relação a 2020, de acordo com os números da organização não-governamental Acled.

O número da Acled excede em muito o número oficial para o mesmo ano das vítimas mortais da insurreição extremista islâmica que assola o nordeste da Nigéria desde há 13 anos.

Estes criminosos são motivados pelo dinheiro, e não pela ideologia, e muitas vezes libertam os seus reféns após o pagamento de resgates.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Tópicos

Nigéria

Autoria:Expresso das Ilhas, Lusa,24 jun 2022 14:45

Editado porAndre Amaral  em  25 jun 2022 8:12

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.