Rumo ao Egipto2021

PorLeonardo Cunha,31 jan 2020 12:15

Cabo Verde acaba de ter um resultado histórico na modalidade de Andebol. Os nossos Tubarões Azuis acabam de fazer o que mais nenhuma equipa de desportos coletivos conseguiu fazer até ao momento, afinal, qualificar-se para o Mundial de Andebol, que irá decorrer no Egipto em 2021, não é coisa pouca. Depois da participação e garantia de um 5º lugar no campeonato africano que decorreu na Tunísia na passada semana, um novo horizonte abre-se para a modalidade.

Este resultado histórico tem de nos colocar a pensar melhor sobre que desafios se propõe para a modalidade e igualmente para o nosso próprio país. Recordamos igualmente que Cabo Verde tem o desígnio de organizar o Campeonato Africano das Nações de 2024.

Este resultado desportivo que foi garantido com grande esforço e dedicação dos atletas, dos treinadores, dos dirigentes e das respetivas famílias. É evidente que este resultado tem de ser compreendido numa lógica de desenvolvimento social através do desporto.

Neste momento, todos nós que somos amantes do desporto, temos de colocar as seguintes questões. Qual a medição do impacto deste resultado no aumento da base desportiva? Quais as consequências deste resultado para o aumento do nível desportivo? Qual a visão estratégica de conjunto no que respeita à relação entre a generalização da prática desportiva e a elite de praticantes? Quais as medidas de coordenação eficaz entre as diferentes categorias de objetivos de desenvolvimento desportivo? Qual a possibilidade de se poderem comparar diferentes políticas desportivas e uma integração da política de desenvolvimento do desporto na política de desenvolvimento global?

Para as questões associadas ao nível desportivo teremos de admitir que o desporto é regulado numa visão de conjunto de desenvolvimento na relação entre as massas e os praticantes de elite. As estruturas de suporte devem promover uma compreensão do sistema e comparar programas e projetos, fundamentalmente no que diz respeito à relação massa/elite.

A coordenação servirá para poder ultrapassar os conflitos inerentes à procura de obtenção dos objetivos propostos de forma articulada e os vários elementos que compõe a organização desportiva. A comparação de políticas integradas só poderá existir num apuramento da situação desportiva e na projeção de programas integrados a longo prazo.

A integração numa lógica de desenvolvimento global tem de considerar os outros sectores de desenvolvimento (como o sistema educativo, saúde ou um quadro cultural) para a propensão da competição num quadro de economia global.

Existe uma grande responsabilidade do governo e sociedade civil em Cabo Verde para pôr em marcha todos os mecanismos associados ao nível desportivo propostos pelo recentemente falecido professor Castejon Paz.

O Andebol nacional está de parabéns por conseguir atingir este marco histórico. Vieram em boa hora relembrar a nossa responsabilidade de continuar a apoiar esta modalidade e de como muito falta fazer a nível de organização para que este resultado tenha significado.

Obrigado por nos encherem de orgulho.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Leonardo Cunha,31 jan 2020 12:15

Editado porSara Almeida  em  31 jan 2020 12:15

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.