UNTC-CS acusa governo de aprovar OE2018 sem ouvir parceiros sociais

PorAndré Amaral,13 nov 2017 12:10

A Secretária-geral da UNTC-CS, Joaquina Almeida, acusou, hoje, em conferência de imprensa, o governo de ter aprovado o Orçamento do Estado para 2018 sem ter apresentado o documento ao Conselho de Concertação Social.

 

“Isto demonstra uma total falta de confiança na construção do diálogo social e na procura de melhores soluções para os problemas dos trabalhadores. O governo tem que respeitar o compromisso assumido com os parceiros sociais, com os quais rubricou o Acordo de Concertação Estratégica”, acusou Joaquina Almeida.

A Secretária-geral daquela central sindical lembrou ainda que o governo se tinha comprometido a apresentar a proposta de Orçamento de Estado para 2018 antes de esta ser aprovada em Conselho de Ministros, algo que, alegou, acabou por não acontecer.

“Até este momento, os parceiros sociais desconhecem o Orçamento do Estado para 2018”, reforçou Joaquina Almeida para quem de nada valeu o governo “ter chamado as centrais sindicais e as organizações da sociedade civil na preparação do OE2018”, uma atitude que classifica como “puro marketing político, porque as contribuições dadas não foram absorvidas no OE”.

Também o alívio do IRPS em 1% nos ordenados entre 35 mil e 80 mil escudos “é falso e enganador porque não corresponde nem traduz um aumento de rendimento para os trabalhadores”, disse Joaquina Almeida depois de garantir que a central sindical que dirige apresentou ao governo uma proposta de aumento salarial, para a função pública, de 2,5%. “Muitas pessoas, com trabalhos precários, vão receber um salário inferior àquilo que deveriam receber”, reforçou.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:André Amaral,13 nov 2017 12:10

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  14 nov 2017 9:39

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site