Investigação do caso de Edvanea continua “em várias linhas”, garante PJ

PorExpresso das Ilhas,19 jan 2018 17:19

Polícia Judiciária
Polícia Judiciária

A Polícia Judiciária “está a trabalhar com várias linhas de investigação” no caso do desaparecimento de Edvanea Gonçalves. Esta informação foi dada hoje, ao Expresso das ilhas, pela Polícia Judiciária, que garante ainda ter alocados os “meios suficientes para proceder às investigações”.

Edvanea, de 10 anos, desapareceu do Eugénio Lima há dois meses, completados no passado fim-de-semana. Desde então, as investigações ainda não trouxeram a público qualquer dado concreto.

Instada pelo Expresso das ilhas a fazer um ponto de situação e informar sobre os recursos que estão a ser usados, a PJ esclarece, “que o caso se encontra sob investigação e estão alocados meios suficientes para proceder as investigações”.

De acordo com a nota enviada hoje à redacção do jornal, a Judiciária diz que está actualmente a trabalhar “com várias linhas de investigação, tendo já realizado diligências nesse sentido, não obstante casos de desaparecimento serem bastante complexos, pelo que levam o seu tempo”.

A PJ refuta ainda as críticas que apontam para uma estagnação, e até mesmo desistência, da investigação. Lê-se na nota de esclarecimento que a PJ “nunca desiste de investigar qualquer caso que lhe tenha sido delegado para investigar, independentemente do quão mediático seja”. E termina referindo que as investigações só são encerradas quando concluído o processo, ou em caso de prescrição”.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,19 jan 2018 17:19

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  19 jan 2018 17:19

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.