Graça Sanches entre os 100 Mais Reputados de África

PorExpresso das Ilhas,14 mar 2018 9:57

Graça Sanches
Graça Sanches©Artemédia

A activista pela Igualdade e Equidade de Género e ex-deputada do PAICV Graça Sanches está entre as 100 personalidades distinguidas pela agência Reputation Poll no seu ranking de 2018 para África.

Depois de durante anos ter listado as 100 Mais Reputáveis Personalidades do Mundo, onde se incluíam várias figuras africanas influentes, a Reputation Poll inaugurou este ano o seu ranking das 100 Mais Reputados Personalidades de África, contemplando entre estas a cabo-verdiana Graça Sanches, professora do ensino secundário de profissão e que tem sido destacada no continente pelo seu trabalho de advocacia em prol da Igualdade de Género.

A lista desta agência de consultoria estratégica especializada na gestão da reputação de grandes empresas é distinta daquela que em 2015 contemplara a então ministra das Finanças, Cristina Duarte. Essa, elaborada pela revista Financial Afrik, distinguia os mais influentes de África. O actual ranking da Reputation Poll destaca as mais respeitáveis e confiáveis individualidades do continente. A agência, que em 2016 apontou as Maurícias como o mais Reputado País de África, contempla neste rol personalidades de 33 países africanos, sendo 55 das personalidades destacadas homens e 45 mulheres. Liderança, Advocacia, Entretenimento, Educação e Negócios são as categorias contempladas neste ranking onde a Nigéria lidera com 21 personalidades, seguida pela África do Sul, Quénia e Gana respectivamente.

image

Na lista, em ordem alfabética, Graça Sanches surge no número 34, precedida e seguida por nomes como o bissau-guineense Carlos Lopes, a escritora nigeriana Chimamanda N’Gozi Adichie, o presidente sul-africano Ciryl Ramaphosa, o arcebispo sul-africano Desmond Tutu, a ex-presidente da Libéria Ellen Jonhson Sirleaf, a activista Graça Machel, o ex-secretário Geral das Nações Unidas Kofi Anan, a actriz de origem queniana Lupita Nyong’o, Mo Ibrahim, o presidente do Ruanda Paul Kagame, entre outros políticos, empresários, procuradores, membros do clero, escritores e empreendedores sociais.

Graça Sanches, que se diz "honrada" com esta distinção,  foi  em 2015 uma das seleccionadas como Young African Leader do programa Mandela Washington Fellows criado pelo presidente Barack Obama. No ano seguinte, a Pan-africanos Humanitários Awards lhe entregaria o “Prémio Humanitário Pan-Africano sobre a Igualdade de Género e Advocacia 2016".  Seguiu-se em 2017 o prémio “West African Youth Award 2017” atribuído pelo West African Youth Forum.

Licenciada em História e com um mestrado em Educação, Graça Sanches foi durante vários anos professora do ensino secundário até ser eleita deputada da nação na lista do PAICV. No Parlamento, onde esteve de 2011 a 2016, presidiu durante cerca de quatro anos a Rede de Mulheres Parlamentares onde se dedicou particularmente às questões ligadas à Igualdade e Equidade de Género tendo prosseguido a advocacia pela paridade na liderança política após deixar a Assembleia Nacional, nomeadamente através de contactos e conferências em escolas e universidades e em comunidades fora do centro político e mediático.

Mais recentemente prestou consultoria às Nações Unidas, enquanto especialista em Género, na área de Fiscalização Legislativa.

A Reputation Poll tem como mote “Transparência e Integridade” e a sua visão é tornar-se numa plataforma global que posiciona marcas e personalidades e influencie o público.

A escolha destas personalidades foi feita por uma comissão que, durante o seu anúncio, frisou o seu empenho em distinguir personalidades, organizações e marcas que consistentemente tenham impacto positivo nas vidas de pessoas no mundo e, particularmente, em África.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,14 mar 2018 9:57

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  16 abr 2018 11:41

pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.