Dia Mundial da Voz. "É importante que os profissionais conheçam os seus limites"

PorExpresso das Ilhas,17 abr 2018 6:44

Lucienne Corrêa, fonoaudióloga
Lucienne Corrêa, fonoaudióloga

Ontem, Dia Mundial da Voz, a Cesária Évora Academia de Artes, promoveu uma aula aberta com uma especialista em voz, a fonoaudióloga Lucienne Corrêa.

Para um locutor, um cantor, um professor ou um vendedor de rua, a voz é um importante instrumento de trabalho. Mas cabe a todos os cuidados a ter com esta ferramenta. Contudo, a primeira coisa é conhecer o aparelho vocal e o seu funcionamento.

Quem o diz é a fonoaudióloga brasileira Lucienne Côrrea que, a convite da Cesária Évora Academia de Artes ministrou na tarde hoje uma oficina sobre voz em que à plateia foram transmitidas orientações sobre o bom uso da voz, condicionamentos a este uso, reparação vocal, práticas e exercícios recomendados (como aquecimento e desaquecimento da voz) e ainda identificadas as principais emergências vocais.

“Os profissionais precisam conhecer a sua voz, conhecer os seus limites para assim poder usar melhor o seu instrumento”, recomenda a especialista que avisa que para quem trabalha com a voz “é importante conhecer seu aparelho e não deve procurar um médico (otorrinolaringologista) só quando tiver problemas”

Segundo aquela profissional, o médico a partir de uma filmagem das cordas vocais poderá fazer uma primeira avaliação.

Água potável, sumos naturais e água de coco são o que de melhor há para hidratar a voz. “Quem bebe mais água tem menos cansaço vocal. Dormir bem, não falar demasiado e nem muito alto e uma alimentação correcta (evitar alimentos muito gordurosos e condimentados)”, são os cuidados que Luciene Corrêa elenca para a manutenção de uma voz saudável. Ou seja, uma voz saudável reflecte um corpo saudável.

“A voz encanta, quer seja através do canto, ou contar uma historia.... A criança, por exemplo, fica presa a uma história porque a voz encanta e leva-a a imaginar. Tem tudo a ver estarmos numa Academia que se dedica à arte a falar de voz. Voz é emoção, voz é arte, têm tudo a ver”, conclui a especialista.

A Cesária Évora Academia de Artes promoveu esta aula aberta sobre a voz enquadrada na primeira Jornada da Voz, que teve lugar no dia 14 de Abril. Cantores, actores, professores, jornalistas, padres, políticos e vendedores ambulantes estão entre o público deste evento que acontece em parceria com a Kriol Ideias e a Clínica Dra. Carmen, tendo como objetivo "despertar a nossa sociedade para a importância da voz, alertando para os sinais e sintomas que favoreçam o diagnóstico precoce de doenças e sobre os cuidados a ter com a saúde vocal, quer para a sua preservação como para prevenção".

A fonoaudiologia também incide sobre a questão da fala, sendo os fonoaudiólogos os profissionais indicados para a terapia de fala e logopedia.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,17 abr 2018 6:44

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  17 abr 2018 6:44

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.