Cabo-verdianos respondem por tentativa de homicídio no Luxemburgo

PorExpresso das Ilhas,20 jun 2018 9:02

Dois jovens cabo-verdianos, de 22 anos, estão a ser julgados no Luxemburgo por tentativa de homicídio com golpes de faca contra um jovem de Villerupt, do lado da fronteira francesa. A acusação pede uma pena de 14 anos de prisão para os residentes em Wiltz.

De acordo com o site Contacto, o caso envolve quatro pessoas, sendo dois acusados, uma vítima e uma testemunha. A vítima foi alvo e 12 golpes no corpo, teve os dois pulmões perfurados, tendo sido salvo pelos médicos do hospital de Esch-sur-Alzette.

A mesma fonte avança que na base da rixa estará mais um caso de vingança, que aconteceu em Novembro de 2016, no estacionamento dos Correios, em Hollerich, na cidade do Luxemburgo. De acordo com o jornalista do Wort, especializado em casos de Justiça, Steve Remech, a vítima contou no Tribunal que foi atacada à facada, quando se dirigia para um bar em Hollerich, perto das 4 horas de madrugada. Apesar dos ferimentos sangrentos, conseguiu identificar dois agressores, que se puseram em fuga após o ataque. Valeu-lhe na altura um amigo, que o levou para casa, tendo sido depois obrigado pela mãe a ir ao hospital.

Este é um dos casos de violência que estão a ser julgados nos tribunais luxemburgueses e que envolvem jovens de origem cabo-verdiana.

No dia 6 de Julho será conhecida a sentença de outra rixa sangrenta, também com tentativa de homicídio e que diz respeito a dois grupos: um de cabo-verdianos oriundos de Portugal e outro de cabo-verdianos, portugueses e luxemburgueses crescidos em Esch.

Comunidade cabo-verdiana condena os actos de violência

Os casos já mereceram reacção da comunidade cabo-verdiana, conta o Contacto. Embaixada e líderes associativos condenam a violência entre os jovens e dizem que estão a preparar iniciativas contra a delinquência.

“Temos de condenar os actos de violência e cultivar o espírito de tolerância e compreensão mútua, porque não se pode resolver diferendos com reacções violentas”, disse ao Contacto o embaixador de Cabo Verde no Luxemburgo, Carlos Semedo.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,20 jun 2018 9:02

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  20 jun 2018 15:04

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.