​Cabo-verdianos no Luxemburgo condenados a 12 anos de prisão

PorExpresso das Ilhas,9 jul 2018 14:05

Os dois jovens de origem cabo-verdiana, de 22 anos, acusados de tentativa de homicídio com golpes de faca contra um jovem de Villerupt, do lado da fronteira francesa, foram condenados a 12 anos de prisão, seis dos quais em liberdade condicional.

De acordo com o site Contacto, a sentença foi ditada no dia 27 de Junho.

No caso estiveram envolvidas quatro pessoas, sendo dois acusados, uma vítima e uma testemunha. A vítima foi alvo e 12 golpes no corpo, teve os dois pulmões perfurados, tendo sido salvo pelos médicos do hospital de Esch-sur-Alzette.

Tudo aconteceu em Novembro de 2016, no estacionamento dos Correios, em Hollerich, na cidade do Luxemburgo. Segundo a mesma fonte, a vítima foi atacada à facada, quando se dirigia para um bar em Hollerich, perto das 4h da madrugada. Apesar da debilidade por causa dos ferimentos, conseguiu identificar dois agressores, que se puseram em fuga após o ataque.

Na base da rixa estará mais um caso de vingança.

A acusação pedia uma pena de 14 anos de prisão sem liberdade condicional, mas a sentença acabou por ser mais leve. O colectivo de juízes teve em consideração a idade dos agressores, 22 anos cada, e a falta de antecedentes criminais. A família da vítima classificou a pena como “muito branda” e pediu uma indemnização cível num processo autónomo.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,9 jul 2018 14:05

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  10 jul 2018 13:33

pub.
pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.