Número de viaturas em circulação no país cresce 67.7% em 13 anos

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,11 mai 2019 8:31

O parque automóvel em Cabo Verde aumentou em cerca de 67,7% nos últimos 13 anos. A informação foi divulgada durante a Semana Mundial da Segurança Rodoviária que se assinala de 06 a 12 de Maio, este ano sob o lema “liderança para a segurança rodoviária”.

Segundo a directora geral de Viacção e Segurança Rodoviária, Dina Andrade, em declarações à Inforpress, o parque automóvel de Cabo Verde em circulação passou de 34.838 veículos em 2005 para 72.455 em 2018, com uma média de crescimento anual, durante o período em análise, de 5,4%.

Nesse intervalo de tempo de 13 anos também o parque de aluguer “ cresceu de forma acentuada” e segundo os dados estimados, o parque de veículos de aluguer em 31 de Dezembro de 2018 era de 9.573 veículos, em diferentes categorias.

A directora geral de Viacção e Segurança Rodoviária avançou ainda à agência noticiosa que, graças a várias medidas legislativas a nível do Governo, implementadas “desde 2016 até a presente data”, as viaturas em circulação em todo o país encontram-se em “bom estado” de conservação. Entre as referidas medidas legislativas, Dina Andrade destaca a isenção de direitos na importação de táxis, incentivos à importação de veículos de transporte colectivo de passageiros e veículos ligeiros destinados ao transporte executivo, e incentivos à importação de veículos pesados de passageiros para turistas.

“Cabo Verde já possui uma densidade rodoviária muito elevada”, disse aquela responsável à Inforpress, dando conta de que a rede de estradas atinge hoje um total de 1.650km, sendo que Santiago, Santo Antão e Fogo são as ilhas com as maiores extensões. Do total, 1.113km são estradas nacionais, geridas pelo Instituto de Estradas, e 537km são estradas municipais, geridas pelos municípios.

Cabo Verde pretende a substituição total dos veículos a gasolina e gasóleo até 2050. Entre 2019 e 2020 deverão chegar ao país cerca de 500 viaturas movidas a electricidade.

Actualmente o governo tem um curso “um programa ambicioso de modernização e expansão da rede rodoviária em quase todas as ilhas”.

Por seu lado, a Direcção-Geral de Viação e Segurança Rodoviária (DGTR), anuncia para breve a implementação de um estudo que apure as causas da sinistralidade rodoviária em Cabo Verde de modo a diagnosticar e caracterizar os acidentes ocorridos no país.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,11 mai 2019 8:31

Editado porChissana Magalhães  em  12 mai 2019 9:59

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.