Bandeira Azul "é possível" - ABAE

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,24 mai 2019 7:54

​A representante da Operadora Nacional Bandeira Azul Portugal (ABAE), Catarina Gonçalves, considera que vale a pena ter o galardão da Bandeira Azul, cujo processo deverá contar com o envolvimento de todas as entidades, já que é complexo e demorado.

Catarina Gonçalves falava final dos trabalhos do 1º workshop nacional de apresentação do Projecto Bandeira Azul Cabo Verde, promovido pela associação Biosfera, visando a implementação do programa na ilha do Sal, sítio-piloto de execução do programa.

“Há interesse, envolvimento das entidades cabo-verdianas, mas têm que trabalhar em conjunto. Essa é a grande mais-valia da Bandeira Azul. Vão conseguir de certeza absoluta”, disse Catarina Gonçalves.

“Para qualquer país é um grande desafio porque há, realmente, um grande trabalho de sustentabilidade ambiental, cumprimento da lei, fiscalização (…). Demora tempo, mas é possível, e nós somos testemunhos disso, uma vez que Portugal tem Bandeira Azul há 30 anos. Começámos com 60 praias e neste momento temos 350”, encorajou.

A Bandeira Azul (BA) é uma distinção atribuída anualmente pela Fundação para a Educação Ambiental a praias (marítimas e fluviais) e marinas que cumpram um conjunto de requisitos de qualidade ambiental, segurança, bem-estar, infra-estruturas de apoio, informação aos utentes e sensibilização ambiental.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,24 mai 2019 7:54

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  24 mai 2019 15:25

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.