Hospital Baptista de Sousa admite falhas no processo da paciente infectada com COVID-19 - Ministro da Saúde

Segurança marítima e portuária em debate no Mindelo

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,19 ago 2019 15:53

​Capacitar os operadores, melhorar a protecção do transporte marítimo e a sua cadeia logística, sobretudo no que diz respeito à protecção contra ameaças terroristas no tráfego marítimo. Um dos objectivos do seminário sobre segurança portuária, que decorre de hoje a quinta-feira, em São Vicente, realizado numa parceria entre o Instituto Marítimo e Portuário (IMP) e a ENAPOR.

Manuel Vicente, vogal executivo do IMP, destaca a importância do evento e da realização de exercícios para testar a capacidade de resposta das diferentes autoridades envolvidas nas questões de segurança marítima.

“Os portos devem avaliar todas as situações de ameaça, desenvolver planos e fazer a implementação desses planos. Para fazer a sua implementação, os planos têm de ser testados e não havendo situações reais de ameaças há que criar cenários e ter uma noção clara de, em acontecendo uma ameaça, como cada interveniente no sector deve agir”, explica.

Manuel Vicente sublinha que “as instituições têm de estar preparadas para responder aos desafios do sector”, tendo em conta o contexto actual, em sintonia com o Programa Internacional sobre a Protecção Portuária.

A abertura do evento foi presidida pelo secretário de Estado para a Economia Marítima, Paulo Veiga, que aponta o multilateralismo como ferramenta fundamental para responder aos desafios do transporte marítimo e a sua cadeia logística.

“As acções de terroristas, piratas, contrabandistas, clandestinos e criminosos que utilizam o mar para fins ilícitos vêm demonstrando a necessidade de os países de bandeira e portos trabalharem em estreita colaboração no sentido de reduzir os riscos a estas ameaças. Neste contexto, o governo de Cabo Verde, no seu programa de governação para o sector, está engajado no sentido de potenciar o desenvolvimento das actividades marítimas que têm como trave mestra a questão da segurança marítima”, afirma

Paulo Veiga destaca o empenho do governo para dotar as instituições nacionais dos meios necessários para cumprimento das suas funções, nesta matéria.

O seminário é ministrado por especialistas em matéria de protecção e segurança marítima, no âmbito do acordo de cooperação com a Guarda Costeira dos Estados Unidos da América. Conta com a participação de quadros do IMP e da ENAPOR, representantes da Guarda Costeira nacional, da Polícia Marítima, Emigração e Fronteiras, das Alfândegas, bem como representantes das petrolíferas VIVO e ENACOL, da Associação Cabo-verdiana dos Armadores da Marinha Mercante, Protecção Civil, Faculdade de Engenharia e Ciência do Mar / UNI-CV e ainda da Polícia Judiciária.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,19 ago 2019 15:53

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  20 ago 2019 7:38

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.