Tempo Aberto

PorMadalena Neves,19 mai 2020 17:00

1

Para a Praia Maria, data fechada: 19 de Maio celebra-se o dia do Município da Praia.

Chegamos à cidade (eu e Manuel ) em outubro de 1983, recém licenciados ; a Claúdia na segunda classe , com a professora Manuela Sabino - explicação de Dª Maria de Monte , a Leila menininha de jardim, que escasseava - andou na professora Fátima Antunes , mais tarde no ICS em São Jorginho (imaginem a aflição - levar ao autocarro de manhã , ir buscar à tarde … ) e depois no jardim Gulbenkian na Achada Santo António, com a Tia Maria (coincidência ou não o LUKAS começou também, em 2016 com a Tia Maria).

Dizia, chegamos em 1983, de Moscovo via S. Vicente ( o domicílio), escolhemos os Ministérios onde queríamos trabalhar (isso mesmo, escolhemos… ) eu no Ministério da Economia (prédio onde funciona hoje o Ministério das Finanças) e o Manuel no Ministério do Plano e da Cooperação ( prédio da Câmara Municipal -do lado da Presidência ) .

Desafios: encontrar casa numa cidade, onde a oferta era quase inexistente; adaptarmo-nos a uma nova cidade, a um novo ambiente, com duas crianças pequenas. Tínhamos a vantagem de ter a residir e a trabalhar aqui o meu irmão e a mulher - A. Semedo Brito e São Brito. E muitos colegas e amigos, de liceu, de universidade e uma mão cheia de amigos dos nossos pais (cartão de visita na certa ) - Valentim Neves e Valentina Semedo e João Beto .

Na Praia dos anos 80, se habitação escasseava, água era ouro ou será diamante? e de energia elétrica via-se, na maior parte das vezes, apenas o filamento da lâmpada. Eletrodomésticos queimados era o pão nosso de cada dia.

Da Achadinha, braku tcheu, Achada Santo António, frente ao Marconi, (residência de responsável de CTT, morada das antenas e Lixeira, grande lixeira ) mais tarde Platô, no Ténis, fomos mudando de residência e acompanhando a mudança da cidade.

Da lata à cabeça da empregada (cortesia da Dª VIna / SR Orlando José Mascarenhas) ou do esforço da mãe LOTA, do despertador no " bidon" às 4:00 ou 5:00 horas da manhã, ou a saída à pressa do trabalho, hoje ,na maior parte dos bairros, água corre na torneira e, Ribeira Grande de Santiago já não levanta os braços a clamar Santa Clara / João Varela, que alimentavam a cidade .

Numa salada, temperada, bem temperada, entre o vento e o fuel, o LED assumiu o comando. As ruas e avenidas mostram os sapatos, os brincos e as saias rodadas, árvores bem podadas, canteiros floridos e no Natal, um mimo.

A rede de estradas asfaltadas, (às vezes atiçando a saudade da pedra , daquela pedrinha de estimação…) trouxe mais harmonia e comunicação, encurtando as distâncias, estendendo os braços e abraços … sob o olhar atento de AMM, AP .
Infraestruturas básicas de saúde, educação, desporto, marcam presença. Centros de juventude, placas desportivas

O Porto da Praia conquistou novos horizontes, novas praias, novos mares nos chegam na mantenha d' terra longe (hoje perto) saúdam - nos, no dia a dia da cidade, nas prateleiras, ou nos desfiles de moda em SUKUPIRA , na voz di Romeo di Lurdes.

Aeroporto " Nelson Mandela " acena a nomes de países que antes só moravam em postais d' estrangêr.

Praia Maria, cresceu, Praia Maria de nha compadre Nuno Santa Maria( Nuno Duarte ) viu nascer novas centralidades, novos espaços e no cadinho das ilhas e do mundo montou palco para fazer florir a cultura: tabanca, coladeira, batuque, morna, funaná, rap, kutchi pó, samba, e a simbiose de tudo isso, na voz di homi grandi, bob, nho antero , rapaz 100 juiz, djodje, mário, bitori nha bibinha, batchar, Zezé, um principe piquinóti, fidjus di dento e di fora, tudo Kriolu e Criolas - Praia cidade de mayra , élida, lura, tchindo, ferro e gaita, kaku, kim, tó, a alcateia dos lobos, nancy, teté, terisinha e kady , paulinha , samira, sara, blaka nelson, jim djob, neusa, michel, e asol ; da feira na rua pedonal ou na praça, do carnaval ao AME, grito rock ao swing do Fest Jazz, Gamboa, noite branca , fogo de artifício na madrugada de um ano novo.

Praia Maria ! que faz ressuscitar os tubarões, bulimundo ildo,vadú, pantera, biloca, Jaime, kaká, cize e faz -me querer juntar todos no Palco , Palco fechado, neste Tempo Aberto, neste Hino à Cidade,

Cidade

Davai rebiata,venham comigo,( Edel Barbosa Almeida, Lila Barbosa Andrade, Fátima Sapinho, Kitty Duarte, Nuno Djassi Duarte,Aguinaldo Vera-cruz, Jorge Lopes, Lito Semedo, Antero Matos, Antonino Robalo , Isabel Duartel Fernando Almeida, Pepy, Filomena , Alcinda, Titino, Fortes, Elisabete , Odete Lima, Leila Brito Neves, Lorena Neves)

venham , vamos cantar a
Cidade

" ….que sonha
com estrelas em mãos de crianças
cidade
que dorme dançando
e
acorda cantando "

Parabéns Praia Maria !

Madalena Neves

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Madalena Neves,19 mai 2020 17:00

Editado porSara Almeida  em  20 mai 2020 15:53

1

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.