Câmara Municipal do Maio anuncia projecto “aldeias turísticas” para a aldeia de Pedro Vaz

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,29 jun 2022 8:05

A localidade de Pedro Vaz vai receber nos próximos meses o projecto “aldeias turísticas”, da Câmara Municipal, como forma de dinamizar aquele povoado, que ao longo dos tempos tem vindo a perder a sua população.

A informação é avançada pelo edil maiense, Miguel Rosa, explicando que a ideia é transformar aquele povoado em “um verdadeiro ponto de interesse turístico”, através do projecto que vai ser implementado em parceria com o Fundo do Turismo, com vista a estancar o êxodo rural que se verifica naquele povoado, com a saída da sua juventude para outros pontos da ilha e do país.

Sendo o centro das zonas mais a norte da ilha, a localidade de Pedro Vaz desempenhou no passado um importante papel, com destaque para o sector da saúde, educação e serviços camarários, além da agricultura, pelo que se pretende com este projecto voltar a trazer a centralidade para aquele povoado, que está em festa, pois está a celebrar o santo padroeiro “São Pedro”.

Esta iniciativa da autarquia maiense é saudada pelo presidente da Associação de Turismo da ilha do Maio, Arlindo Cardoso, para quem esta escolha é mais do que merecida, uma vez que a localidade de Pedro Vaz, situada no coração da ilha, possui “excelentes” condições, mas que precisam ser melhoradas, trabalhadas e aproveitadas.

Destacou como exemplo os sectores da agricultura, pecuária e pesca e o potencial para a implementação do turismo, tanto de montanha como de sol e praia, tendo em vista a sua localização, mas acima de tudo a questão histórica, por ser uma das primeiras localidades povoadas após o achamento da ilha pelos navegadores Portugueses.

“Pedro Vaz foi no passado uma zona conhecida como lugar mais verde da ilha, onde existia muita água e onde existiam muitos coqueiros, tamareiras, um lugar em que as pessoas gostavam de realizar os passeios, convívios, em harmonia com a natureza”, enfatizou, informando que a edilidade está a trabalhar no sentido de instalar uma unidade de produção de água dessalinizada com maior potencia, com vista a disponibilizar a água para agricultura.

Arlindo Cardoso lembrou, por outro lado, que aquela localidade é a que fica mais próxima do pico mais alto da ilha, além dos outros atrativos, pelo que advogou ser mais um potencial, além da questão histórica que está subjacente àquela localidade.

Pedro Vaz foi outrora centro da zona norte, mas que ao longo do tempo tem vindo a perder a sua juventude por falta de alguma política direcionada para fixação da população.

“Temos praias muito lindas, aliás a zona norte é a que regista maior número de nidificação das tartarugas marinhas. Para além disso, temos uma praia de areia preta, algo singular na ilha que serve para algum tratamento”, sublinhou-

Defendeu que é preciso trabalhar a questão do acesso às mesmas praias, que, sublinhou, apesar de serem muito procuradas pelos turistas, ainda carecem de alguma intervenção.

O presidente da Associação de Turismo da ilha do Maio disse ainda que a questão de formação profissional deverá ser uma das prioridades da aldeia, incentivando os jovens a se fixarem na zona norte.

Destacou ainda como prioridade a parte da culinária, agricultura, pesca, criação de gado, não descartando a questão da história, que, na sua opinião, poderá ser uma grande mais-valia para o sector do ecoturismo, que se desenha para aquela localidade e toda zona norte da ilha.

Arlindo Cardoso salientou que se devia aproveitar das várias habitações que se encontram fechadas para torná-las em residências para os que vão escolher a ilha para férias ou trabalho, frisando que também é preciso criar espaços verdes para tornar aquela localidade ainda mais atrativa, lembrando que existem vários diques de retenção de água das chuvas, bem como uma unidade de produção de água dessalinizada, que podem servir de apoio.

O responsável garantiu que na criação deste projecto foi levado em conta a questão da gastronomia da ilha.

Lembrou, por exemplo, que a “txacina” é um dos pratos conhecidos da ilha e que naquela localidade teve um grande destaque, salientando que tudo estas vertentes constam no projecto Maio20/25, que na sua opinião vai contribuir para a melhoria das condições de vida das pessoas da zona norte da ilha.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,29 jun 2022 8:05

Editado porA Redacção  em  29 jun 2022 13:53

pub.
pub.
pub.
pub
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.