Cabo Verde e Portugal elegem novos coordenadores concelhios

PorElsa Vieira,9 dez 2013 15:10

Os militantes e simpatizantes do Movimento para a Democracia (MpD), no país e na diáspora foram às urnas este domingo, o8, e elegeram os mais novos coordenadores concelhios no país e na diáspora portuguesa.

De acordo com os dados preliminares avançados pela presidente do Gabinete de Apoio ao Processo Eleitoral (GAPE), Elsa Tavares, os candidatos foram eleitos por 91% a 98% dos votos válidos e a abstenção varia entre 20 a 25 %.

Dezassete regiões e 25 candidatos estiveram envolvidos numa disputa interna para a coordenação das regiões concelhias.

Entretanto 9 regiões tiveram lista única e as restantes tinham uma disputa entre dois candidatos. Como toda disputa, sempre há derrotados e vitoriosos, nestas eleições o povo escolheu para levar a avante uma das etapas fundamentais que é a reorganização do partido que neste momento faz oposição ao Governo, mas não esconde o desejo do poder em 2016.

Gilberto Silva candidato único para a região da Praia foi eleito com 98,7% dos votos, Damião Medina para Porto Novo, Adilson (Paul), João Gomes (São Vicente), Nelson Brito (Tarrafal de São Nicolau), Miguel da Cruz (Ribeira Brava), Francisco Correia (Sal), José Luís Santos (Boa Vista), David Gomes (Brava), Júlio Soares (Tarrafal de Santiago), Maria Conceição Silva (Picos), Janira Tavares (Órgãos), David Gomes (Santa Cruz), Isa Costa (São Domingos), Carlos Gonçalves (Ribeira Grande de Santiago), António Lopes (Maio) e Emanuel Barbosa (Portugal)

Por razões de festas religiosas e natalícias nalguns concelhos e diáspora, algumas eleições vão acontecer mais tarde como é o caso de Santa Catarina de Santiago, Calheta de São Miguel e nos EUA onde as votações vão acontecer a 15 de Dezembro.

Nos Mosteiros, Santa Catarina (Fogo) e na Ribeira Grande Santo Antão a 09 de Fevereiro de 2014 e nos Países Estrangeiros de Residência de Comunidade Cabo-verdiana Significativa (PERCS) 09 de Março.

O advogado João Gomes é o novo presidente da Comissão Concelhia do Movimento para a Democracia na ilha de São Vicente.

A eleição aconteceu este domingo.

Segundo João Gomes o seu primeiro objectivo é unir o partido na ilha de são Vicente.

"O primeiro trabalho que eu tenho como coordenador eleito é falar com toda a gente para que tenhamos um partido forte e unido de verdade", disse João Gomes à Rádio Morabeza depois da sua eleição como presidente da concelhia de São Vicente.

Sobre a equipa que o vai acompanhar a frente da comissão concelhia do MpD em São Vicente, João Gomes afirma que ainda não pode adiantar nomes.

João Gomes venceu as eleições para presidente da Comissão Concelhia do MpD na ilha de São Vicentecom 51,5 por cento dos votos expressos enquanto Humberto Lélis, o candidato derrotado, ficou-se pelos 48,5 por cento.

Já Damião Medina, novo presidente da concelhia do MpD no Porto Novo, Santo Antão, afirmou aos microfones daquela rádio que espera "recuperar a organização interna do partido, em todos os sentidos, rumo às eleições de 2016" e também "estar atento às questões políticas e governativas locais e nacionais, constituindo uma oposição firme e credivel".

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Elsa Vieira,9 dez 2013 15:10

Editado porAndré Amaral  em  10 dez 2013 15:28

pub.
pub.

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.