MAA apela à poupança e alerta para a falta de água no subsolo em Cabo Verde

PorInforpress,8 mai 2018 7:21

O ministro do Ambiente e Agricultura apelou ontem em Palha Carga (São Lourenço dos Órgãos) à poupança de água, alertando que o país tem uma escassez enorme desse líquido precioso no subsolo em virtude da seca que assolou o arquipélago.

Gilberto Silva lançou esse repto quando intervinha hoje no acto inaugural do projecto da Rede de Abastecimento de Água Potável em Palha Carga, município de São Lourenço dos Órgãos (Santiago), no quadro do projecto Fundo de Agua e Saneamento (FASA), financiado pelo Millennium Challenge Account – Cabo Verde II (MCA-Cabo Verde II).

“Temos que fazer a gestão com muito cuidado, por isso o apelo que fazemos é de poupança deste bem preciso”, disse, informando que o arquipélago, de acordo com dados dos estudos realizados tem neste momento só 2/5 de reserva de água no subsolo.

Relativamente ao ora projecto inaugurado, acto que contou também com a presença do presidente da Câmara Municipal de São Lourenço dos Órgãos, Carlos Vasconcelos e do embaixador dos Estados Unidos da América (EUA), Donald Heflin, o ministro destacou o impacto que este poderá ter na mudança da vida das pessoas, “trazendo felicidade, mais qualidade de vida e mais saúde”, disse.

Tendo em conta, que com a inauguração deste projecto o município de São Lourenço dos Órgãos fica coberto a 90 por cento (%) em termos de rede de abastecimento de água, o governante deixou o compromisso do Executivo no sentido de trabalhar em parceria com a edilidade para que possa vir a atingir os 100 por cento.

Por sua vez, o presidente da Câmara Municipal de São Lourenço dos Órgãos, Carlos Vasconcelos, disse que a obra ora inaugurada traz “muita alegria” para a população de Palha Carga, tendo, por isso, agradecido a Embaixada dos Estados Unidos e o Governo pela concretização da mesma.

“Temos que ver o alcance desta obra para além do seu impacto económico, ou seja, temos que ver o seu impacto na vida das pessoas desta comunidade, para as mulheres que vão deixar agora de percorrer a pé vários quilómetros a procura da água”, referiu.

Apesar de o município atingir de momento uma cobertura da rede água que ronda os 90 %, o edil lamentou o facto de ainda a maioria das localidades estarem a receber água uma vez por dia e outras através de autotanque.

Nesse sentido, propôs como solução para colmatar de “imediato” o problema de água naquele município, trazer água a partir de São Domingos para o reservatório de Godim, como forma de resolver mais de 80 % de falta de água por que o município atravessa de momento.

Na mesma linha de ideia do governante, Carlos Vasconcelos pediu os lourentinos que “poupem a água e que façam o uso racional da mesma”.

Por seu turno, ao fazer uso da palavra, o embaixador dos Estados Unidos da América (EUA), Donald Heflin disse que tem “muito orgulho” do programa MAC no arquipélago, realçando que o mesmo não é um presente do Governo norte-americano, mas sim “um investimento no futuro de Cabo Verde e das crianças, famílias e dos idosos por parte do povo dos EUA”.

“Quero voltar para Cabo Verde daqui a 10 ou 20 anos e encontrar água canalizada em todas as casas do país”, almejou o diplomata, sustentando que o mesmo é possível com programas como este.

Já a população, que se mostrou satisfeita com a realização desta obra, disse que a mesma vai resolver todos os problemas da comunidade, que passa agora a ter água de qualidade e levando ainda a que tanto os habitantes e estudantes em particular, passem a dispor de mais tempo para os afazeres e para o estudo.

Na ocasião, os moradores aproveitaram a presença do ministro do Ambiente e Agricultura e do edil para solicitarem intervenções que resultem no melhoramento da estrada de acesso, tendo os responsáveis afirmado que a mesma faz parte tanto da agenda política do Governo como da autarquia.

Estiveram ainda presentes ao acto inaugural, representantes da Agência Nacional de Água e Saneamento (ANAS) e da Empresa Intermunicipal Aguas de Santiago (AdS), vereadores e eleitos municipais, e elementos da população local.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Inforpress,8 mai 2018 7:21

Editado porAndre Amaral  em  9 mai 2018 7:18

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.