Bancada do MpD afirma que não existe nenhuma ilegalidade na Praça do Palmarejo

PorDulcina Mendes,9 ago 2018 13:42

Praça do Palmarejo
Praça do Palmarejo

A bancada do MpD afirma que o projecto da praça de Palmarejo é transparente e legal e, que o PAICV é contra tudo o que é bom para a cidade da Praia.

O MpD fez essa afirmação hoje, numa conferência de imprensa onde reagiu, as declarações do líder da bancada municipal do PAICV, Vladimir Ferreira, sobre o projecto de requalificação da praça de Palmarejo.

Segundo o deputado municipal do MpD, João Cabral, este projecto já passou pela Assembleia Municipal e teve três deliberações.

João Cabral disse ainda que foi lançado concurso para requalificação dessa praça, mas que nenhuma empresa mostrou interesse e que só o grupo Kym Negoce mostrou disponível em fazer investimento naquele bairro.

“A Câmara Municipal acordou e assinou com o actual parceiro o contracto de concessão de direito de superfície, para construir uma praça, espaço de lazer, lojas, duzentos estabelecimentos, no valor de 300 mil contos, com um projecto moderno, criando uma nova centralidade no Palmarejo”, sublinha.

Para o secretário da bancada do MpD, Ivan Bettencourt, o PAICV está sem argumento politico para fazer a oposição na Praia, por isso, lança suspeições para tentar enganar os mais distraídos.

“Este projecto vai gerar mais de 50 postos de trabalho na fase de construção e mais de 100 postos de trabalho na fase de exploração, resolvendo definitivamente o grave problema de estacionamento no Palmarejo”, cita.

João Cabral, na mesma linha, avança que apesar da sua bancada ter maioria qualificada na Assembleia Municipal, sempre negociou com a oposição.

Em relação ao embargo que o Partido Popular (PP) pretende pedir, Ivan Bettencourt disse que a sua bancada está tranquila e não teme nenhuma acção.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,9 ago 2018 13:42

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  10 ago 2018 8:09

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.