Covid19 e o apoio a Tóquio 2020

PorLeonardo Cunha,5 fev 2021 8:36

1

De acordo com a mais recente sondagem realizada pela NHK, cerca de 80% dos japoneses acham que Tóquio 2020 deve ser adiado ou cancelado. Uma opinião predominante é que este sentimento resultou do recente ressurgimento de casos COVID-19 no Japão e do receio do público de que o alojamento contribua para infeções adicionais. Durante o verão passado, quando o país reportou casos muito mais baixos de COVID-19, cerca de um terço dos cidadãos japoneses manifestaram o seu apoio ao cancelamento dos Jogos.

É muito importante para o movimento olímpico perceber que além de se ter projetado que os Jogos iam trazer um impacto económico de mais de 230 mil milhões de euros para o país anfitrião, se tornou na mesma impopular entre os japoneses. Um dos motivos da crescente falta de apoio dos cidadãos japoneses em relação a Tóquio 2020 reflete alterações na sua avaliação sobre os benefícios relativos e os custos de acolhimento dos Jogos.

Para ser mais específico, antes do surto do COVID-19, a maioria dos japoneses acolheu Tóquio 2020, pois acreditavam que os benefícios de acolher os Jogos, principalmente sob a forma de impactos económicos, superariam os seus custos. Numa sondagem de 2019 (antes da pandemia), cerca de 90% dos inquiridos concordaram que a realização de Tóquio 2020 seria positiva para o Japão, com "contribuição para a economia do país" e "a revitalização do país" entre os resultados mais citados que os inquiridos esperavam da realização do evento.

Desde o surto de vírus, no entanto, numerosos meios de comunicação social relataram que o adiamento dos Jogos custaria ao país anfitrião vários milhões de euros, a maioria dos quais será coberto por dinheiro dos impostos. Estes custos financeiros, juntamente com custos intangíveis, como os riscos de infeção, levaram os japoneses a pensar que os custos de hospedagem de Tóquio 2020 superariam os seus benefícios económicos, sendo este último provavelmente reduzido por restrições relacionadas com viagens e eventos.

Para o total sucesso deste evento, o Comité Olímpico Internacional (COI) e o comité organizador de Tóquio 2020, que são os mais fortes defensores da realização destes Jogos, precisam recuperar o apoio do público. Os residentes apoiam a realização de um evento desportivo quando vêm que pode produzir mais benefícios do que custos.

Até ao momento, durante o decorrer da pandemia e sabendo que o acolhimento dos jogos se deve a projeções económicas, é necessário um reforço na comunicação de benefícios económicos substanciais (ou um tipo alternativo de benefício não económico). Na ausência de um benefício económico claro, tem de existir um benefício alternativo reconhecido e acarinhado pelos residentes no Japão.

É ainda mais importante que esta comunicação ocorra principalmente quando os residentes não participam fisicamente num evento desportivo - uma característica importante dada a possibilidade de os Jogos serem fechados ao público.

O COI e os organizadores de Tóquio 2020 vão ter de garantir uma maior projeção da imagem de que este evento seja um símbolo de recuperação, cura e apreço é necessário comunicar ativamente tais esforços para fazer com que os japoneses pensem que os Jogos são significativos para eles, para o seu país e para a Humanidade.

A imagem de Tóquio 2020 ser uma “luz ao fundo do túnel” onde a Humanidade renasce, de forma a que este simbolismo possa ficar gravado no coração dos japoneses. Só assim ainda se poderá recuperar o único e primordial motivo para que os jogos não sejam cancelados.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Leonardo Cunha,5 fev 2021 8:36

Editado porAndre Amaral  em  14 abr 2021 23:21

1

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.