Dina Salústio premiada em Espanha

PorChissana Magalhaes,12 set 2016 11:09

3

A escritora e poetisa cabo-verdiana Dina Salústio é uma das galardoadas do prémio Rosalía de Castro do Centro Pen Galícia (Espanha). O anúncio foi feito na sexta-feira, dia 09, e para além da cabo-verdiana foram contemplados os autores Álex Susanna (na categoria de língua Catalã) e Marisun Landa (categoria língua Basca).

A escritora e poetisa cabo-verdiana Dina Salústio é uma das galardoadas do prémio Rosalía de Castro do Centro Pen Galícia (Espanha). O anúncio foi feito na sexta-feira, dia 09, e para além da cabo-verdiana foram contemplados os autores Álex Susanna (na categoria de língua Catalã) e Marisun Landa (categoria língua Basca).

 

Salústio foi a autora de língua portuguesa contemplada pela premiação, que busca reconhecer a trajectória profissional de escritores das línguas catalã, basca, castelhana e portuguesa.

Os portugueses José Saramago, António Lobo Antunes, Sophia de Mello Breyner Adressen e Augustina Bessa Luis, o brasileiro Rubem Fonseca, o moçambicano Mia Couto, ou ainda a chilena Isabel Allende, estão entre os escritores que já foram reconhecidos com este prémio agora atribuído, pela primeira vez, a um autor cabo-verdiano.

Ao Expresso das Ilhas a escritora manifestou-se "surpreendida e muito contente" com o prémio, que espera servir para dar mais visibilidade à literatura cabo-verdiana.

A entrega do galardão – uma peça de escultura criada pelo artista Acisclo Manzano (não há um valor monetário agregado a este prémio) – será a 1 de Outubro próximo, durante mais uma edição do Congresso PEN Internacional, que arranca a 26 de Setembro na Galiza e irá reunir mais de 200 escritores de todos os continentes, e onde os premiados irão participar de diversas actividades. Dina Salústio irá proferir no encontro comunicações a versar a mulher na escrita e na cultura cabo-verdiana,  a lingua criola e ainda a Claridade.

Dina Salústio nasceu na ilha de Santo Antão, em 1941. É autora da colectânea de contos “Mornas Eram as Noites”, pela qual foi premiada, e dos romances “A Louca de Serrano” e "Filhas do Vento". O primeiro titulo encontra-se traduzido em castelhano, tendo sido publicado em Espanha, e vai agora ser publicado em Itália. Membro fundador da Associação de Escritores Cabo-verdianos e da Academia Cabo-verdiana de Letras, a escritora tem prontos a publicar um livro de contos e dois romances.

Leia a entrevista concedida pela autora ao Expresso das Ilhas no mês passado: 

“A Academia Cabo-verdiana de Letras pode dar mais visibilidade às pioneiras da escrita em Cabo Verde”

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Chissana Magalhaes,12 set 2016 11:09

Editado porChissana Magalhaes  em  13 set 2016 11:28

3

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.