Mindelo recebe Tibau Tavares

PorChissana Magalhães,24 ago 2018 11:21

Tibau
Tibau

Músico discreto e pouco conhecido do grande público em Cabo Verde, Tibau Tavares construiu nos últimos anos uma carreira sólida na Europa. Esta sexta-feira leva os temas dos seus dois discos ao Centro Cultural do Mindelo, num espectáculo que antecipa ir ser bem acolhido.

A Convite do Centro Cultural do Mindelo Tibau Tavares apresenta-se às 21 horas desta sexta-feira no Grande Luís Morais Auditório. O espectáculo enquadra-se numa nova iniciativa daquele espaço cultural denominada “Grandes Concertos”, que quer dar palco a intérpretes de qualidade mas pouco conhecidos fora dos circuitos menos comerciais.

A acompanhar o músico natural da ilha do Maio naquele que será o seu primeiro concerto como cabeça de cartaz – já antes estivera pela ilha de Cise a acompanhar outros músicos e intérpretes – vai estar uma banda residente liderada por Tchenta. Do alinhamento do concerto fará ainda parte actuação do coral Bana.

O reportório do compositor e intérprete maiense para este grande concerto far-se-á dos temas dos dois álbuns que compõem até aqui a sua discografia: “Pupkulies & Rebecca play Tibau” e “7 Músicas”.

Enquanto que no primeiro álbum destaca-se o nome do grupo musical alemão com quem há anos vem colaborando - Tibau é co-autor das canções do CD gravado em 2013, entre a ilha do Maio e a Alemanha - já em “7 Músicas” é totalmente assumido como um disco de Tibau Tavares, embora nele dê continuidade à parceria com os Pupkulies & Rebecca que resulta na sua música de fusão. Este EP, cuja gravação se iniciou em 2014, foi lançado na Alemanha em Maio do ano passado com a previsão de vir a tornar-se um CD de treze temas.

Tibau Tavares, cuja música já foi referenciada como sendo tradicional cabo-verdiana, hoje assume o seu estilo como sendo de fusão. Música do mundo com tempero crioulo. Mornas?

“Componho mornas para as oferecer aos intérpretes mas, não as canto já que temos grandes intérpretes. A minha voz serve mais para a fusão, que é o estilo musical que toco”, diz-nos.

Nesta que é a sua primeira actuação como cabeça de cartaz de um grande concerto em São Vicente, o músico acredita que irá ser bem recebido pelo público mindelense que diz já conhecer e gostar de músicas suas. No entanto, de modo geral, admite ser pouco conhecido no país.

“Sou mais conhecido e bem recebido na Europa do que em Cabo Verde”, constata. “Temos 22 câmaras municipais, cada uma com o seu festival, e não recebo convites. Tenho muita vontade de actuar em outros pontos do país e na minha ilha natal”, confessa ele cujo último espectáculo na Cidade da Praia aconteceu no encerramento da Atlantic Music Expo de 2015.

Tibau Tavares vê como parte da explicação dessa sua rara presença nos palcos nacionais o facto de os seus agentes só agendarem shows na Europa, sobretudo a Norte. Nada mais a Sul de Portugal. Algo que diz querer mudar. E a brincar, admite a hipótese de começar a fazer contactos em Cabo Verde para aqui realizar mais concertos. “Estou a brincar. Não tenho talento para booker, sou apenas músico”.

Entretanto, no meio musical Tibau Tavares é bem conhecido e as suas composições apreciadas por intérpretes como Lura, Gabriela Mendes, Isa Pereira e Ceuzany que as gravaram nos seus álbuns. Para além de compositor e letrista também tem se destacado pelos arranjos.

De seu nome José Mário Tavares Silva, nasceu a 21 de Julho de 1968 na localidade de Calheta, Ilha do Maio, tendo herdado dos pais a alcunha Tibau.


Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 873 de 22 de Agosto de 2018.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Chissana Magalhães,24 ago 2018 11:21

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  24 ago 2018 17:34

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.