Casa Fernando pessoa acolhe Festival Literatura-Mundo do Sal

PorExpresso das Ilhas,7 set 2018 14:51

Sessão de debates na 1ª edição do FLMSal
Sessão de debates na 1ª edição do FLMSal(Rosa de Porcelana)

O Festival Literatura-Mundo do Sal, organizado pela editora Rosa de Porcelana com curadoria do escritor português José Luís Peixoto inaugura este mês uma extensão a Lisboa, onde a editora (também registada em Cabo Verde) tem sede. A Casa Fernando Pessoa acolhe a iniciativa que decorre de 13 a 15 de Setembro.

Serão três dias de uma programação que inclui conferências, debates e também música - à semelhança da matriz cuja segunda edição a ilha do Sal acolheu em Junho passado – e onde participam especialistas da área de literatura-mundo, editores, escritores, tradutores e académicos.

O propósito geral de promover a reflexão e o debate á volta da temática da literatura-mundo mantém-se.

“Do ponto de vista científico, aspecto central do Festival, considerações sobre diferentes olhares interpretativos do conceito Literatura-Mundo, os fazeres literários de tradições de escrita dos países de língua portuguesa face a essa problemática, as variáveis de tradução e circulação das obras e a reconfiguração dos cânones literários estão entre as directrizes de reflexão no evento”, explica nota dos organizadores.

A Casa Fernando Pessoa - casa-museu habitada pelo poeta português nos seus últimos 15 anos de vida, onde funciona a instituição que preserva e dá a conhecer ao público o seu legado, para além de promover encontros literários - será o espaço onde irão decorrer as principais actividades da programação do evento.

A sessão de abertura desta primeira extensão a Lisboa, no dia 13, terá à mesa os representantes da Casa Fernando Pessoa, a curadoria do Festival Literatura-Mundo do Sal (FLMSal), a curadoria do Fórum das Letras e representante da Rosa de Porcelana.

A Helena Buescu, Inocência Matta, José Luis Hoppfer Almada e Manuel Brito Semedo são os conferencistas convidados. As duas primeiras irão partir dos Estudos Comparatistas para introduzir os temas "Literatura-Mundo Comparada e os mundos em português" e "Literatura-Mundo Comparada: o desafio da intertextualidade", respectivamente. Já os dois autores cabo-verdianos apresentam no sábado, dia 15, os temas “ A (re) Construção do Cânone pelo Olhar das Antologias” e “As Elites Literárias Cabo-Verdianas e a Literatura-Mundo: Diálogos e Intertextualidades”.

Ao longo dos três dias de trabalhos temas como "Prosa e seus alcances transfronteiriços", “Poesia e outras visualidades”, “Literatura-Mundo – Mobilidades, Deslocações e Migrações” estarão na base dos debates encabeçados por personalidades como Arménio Vieira, Guiomar de Grammont, Gonçalo M. Tavares, Ana Paula Tavares, Clara Riso, Ronaldo Cagiano, entre outros.

A programação também integra sessões de leitura, homenagem aos 20 Anos do Nobel da Literatura de José Saramago, concerto conjunto de Tcheka e Mário Lajinha, encerrando com um jantar dançante na Associação Cabo-verdiana de Lisboa.

O Festival Literatura-Mundo do Sal, parceria entre a Rosa de Porcelana e a Câmara Municipal do Sal, teve a sua primeira edição em Julho do ano passado, com Corsino Fortes e José Saramago como personalidades homenageadas. Este ano o tributo foi prestado aos poetas Mário Fonseca e Jorge Luis Borges.

Para além da extensão a Lisboa a Rosa de Porcelana programa levar o FLMSal a Minas Gerais (Brasil) ainda este ano. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,7 set 2018 14:51

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  20 set 2018 13:19

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.