Adriana Carvalho publica livro sobre contributo da Gulbenkian no ensino superior em Cabo Verde

PorDulcina Mendes,25 nov 2018 9:14

​A Universidade de Cabo Verde e a Fundação Calouste Gulbenkian (FCG) apresentaram esta terça-feira, na Cidade da Praia, a obra “Ensino Superior em Cabo Verde – O Contributo da Fundação Calouste Gulbenkian” da autoria da professora jubilada da Universidade de Cabo Verde, Maria Adriana Carvalho.

O livro “Ensino Superior em Cabo Verde - o contributo da Fundação Calouste Gulbenkian” da autoria da Professora Adriana Carvalho aborda a relação entre a Fundação Calouste Gulbenkian e o desenvolvimento do Ensino Superior em Cabo Verde.

Segundo a autora, este livro foi feito a convite da Fundação, para mostra o que a Calouste Gulbenkian tem feito no domínio do Ensino Superior em Cabo Verde. “Esse contributo é essencial, porque a Fundação apoiou em todas as frentes num processo de construção que remonta à época colonial e que se intensifica na nação cabo-verdiana, quando o país conseguiu a sua independência. Teve apoio na valorização dos recursos humanos e no reforço das suas instituições”.

Adriana Carvalho acrescenta ainda que a Fundação ajudou o país a formar centenas de quadros cabo-verdianos entre os quais muitas pessoas que hoje dirigem e que já dirigiram o país.

Manuel Faustino, antigo bolseiro Fundação e ex-ministro da Educação destacou na apresentação da obra que além de financiar os estudantes cabo-verdianos, a Calouste Gulbenkian apoiou instituições do país nas áreas da saúde e da agricultura, durante o governo de transição no qual participou.

“Depois da independência tem sido um parceiro fundamental nas reformas, nas reestruturações e nas adequações institucionais, o que desembocou na criação da Universidade Pública de Cabo Verde”, ressaltou.

O Administrador da Fundação Calouste Gulbenkian, Guilherme d’Oliveira Martins, afirmou na sua intervenção que a Gulbenkian se orgulha de ter contribuído para a formação de quadros cabo-verdianos. “Mais do que a formação, a Fundação faz o acompanhamento da qualificação, dos valores em termos de capital humano em Cabo Verde”.

Desde 2006, quando foi criada a Universidade de Cabo Verde, que a fundação tem estabelecido com a Gulbenkian uma estreita articulação, através do apetrechamento da Biblioteca Central, da deslocação de docentes da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra para viabilização da primeira Licenciatura em Enfermagem; do primeiro curso livre de Música e no apetrechamento da Sala de Música para apoio à respectiva formação.

A cooperação foi reforçada com a celebração de dois protocolos de cooperação, em 2011 e em 2015, ao que se junta o contributo da Fundação na formação do pessoal docente da Universidade Pública de Cabo Verde através das bolsas atribuídas para mestrado e doutoramento.

O livro o Ensino Superior em Cabo Verde é uma edição da Fundação Calouste Gulbenkian.

Texto originalmente publicado na edição impressa do expresso das ilhas nº 886 de 21 de novembro de 2018.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,25 nov 2018 9:14

Editado porAndre Amaral  em  13 ago 2019 23:22

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.