iLLspokinn. O rapper descendente de cabo-verdianos que quer levar Cabo Verde ao mundo

PorChissana Magalhães,5 dez 2018 15:42

iLLspokinn no palco da AME
iLLspokinn no palco da AME

Um projecto com base no hip hop e que pretende unir Cabo Verde, Estados Unidos da América e França busca padrinhos através de uma campanha de crowdfunding. A dois dias de terminar o prazo, ainda há tempo para quem queira ajudar a alcançar o montante necessário para que os mentores de Kriolo!, liderado pelo MC iLLspokinn, venham ao arquipélago gravar com músicos cabo-verdianos para depois divulgar o trabalho nos seus países e mais além.

“Todos conhecem o hip hop. Todos deveriam conhecer Cabo Verde”. É assim que os promotores do projecto “Kriolo!” – o rapper iLLspokinn (EUA), o produtor Zajazza (França) e o director de cinema Paul Bourdrel (França) introduzem os seus propósitos quanto à produção de um álbum e documentário, e que descrevem como uma expedição artística.

A ideia é trazer o MC americano de origem cabo-verdiana iLLspokin (cada vez mais influente no circuito não-mainstream do hip hop americano) à cidade da Praia para gravar um disco completo com músicos cabo-verdianos e com ele uma equipe de filmagens que irá registar não apenas o processo criativo do álbum mas também aquilo que Cabo Verde tem de singular, buscando contar a história do rapper ao mesmo tempo que levanta questões sobre identidade e origens.

"iLLspokinn é um talento raro. Ele não apenas é um escritor fantástico como também tem a habilidade de improvisar sobre qualquer tipo de beat, tudo desde letras politicamente profundas a rimas “brutais” e tudo o mais. Ele é um dos nossos MC favoritos de todos os tempos aqui no Blue Note, e isso inclui personalidades como Kanye West, Mos Def e Lupe Fiasco.”

Quem o diz é nada mais do que o site do célebre Blue Note Jazz Club de New York. Mas iLLspokinn, o persona artístico de Corey Lima, também tem merecido outros importantes reconhecimentos. Como da NBA, que o tem levado ao Reino Unido várias vezes por ano para enquanto DJ e MC animar os seus eventos privados naquele país europeu. Ou a NFL (federação norte-americana de futebol), que no ano passado o convidou como um dos DJ/MC a animar o grande evento que é o Super Bowl. E claro, os fãs.

O artista reúne uma expressiva comunidade de seguidores que lotam os seus espectáculos, quer em Nova Iorque quer em França, na China, Espanha, Dubai ou Marrocos. Cabo Verde também respondeu positivamente ao som e á lírica do artista que tem aqui uma costela, e mostrou isso mesmo durante os shows que o mesmo apresentou na AME em 2016 e 2018.

Agora, este descendente de crioulos, pretende regressar para criar algo em conjunto com os artistas locais.

“O disco e o documentário irão focar na cultura, escravatura, exílio, colonização mas também na busca por propósito e identidade”, resumem.

Foi com uma viagem a Cabo Verde, este ano, para participar na Atlantic Music Expo (AME) que a ideia nasceu. iLLspokinn, ou Corey Lima, neto de um cabo-verdiano da Brava que imigrou para os Estados Unidos há várias décadas e aí edificou a sua família, estava em Cabo Verde e na AME pela segunda vez e dessa não apenas para actuar em palco e pôr-se em contacto com as suas raízes crioulas. 

image

“Tudo começou com uma residência artística durante a AME 2018. Eu, ele e um outro rapper do Canadá estivemos a trabalhar juntos, a criar músicas e a recriar as músicas uns dos outros e no último dia do evento apresentamos o resultado deste encontro em palco. Ele também esteve em alguns liceus a palestrar com estudantes”. Quem nos conta isto é Batchart. O rapper cabo-verdiano é um dos contactos do projecto em Cabo Verde e tem colaborado na identificação de músicos e instrumentistas que poderão vir a participar do disco.

Batchart vê esse encontro com iLLspokinn - que descreve como “um MC de excelência e com grande capacidade de improvisação” – como o tipo de ganhos que a Atlantic Music Expo traz, já que acredita que este projecto é uma oportunidade de levar a cultura e os artistas cabo-verdianos além-fronteiras.

Faz lembrar o projecto “Kabu Verdi na Mundu” através do qual o Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas trouxe o músico de reggae Ky-Mani Marley para gravar um videoclip em Santiago, no âmbito da estratégia de internacionalização da cultura e imagem de Cabo Verde.

Mas este é um projecto independente, e o que propõem os mentores desta iniciativa é isto:

“Numa era de grandes questionamentos sobre identidade e distanciamento, nós defendemos a ideia de que somos todos partes de um único e grandioso mosaico. (…) Kriolo! Será uma extensão desta constatação: toda a música é crioula, isto é, mista.” E por isso pretendem com o álbum “Kriolo!” – onde caberá uma homenagem à herança cabo-verdiana – “defender a música com base em um legado passado, mas ainda assim futurista”.

Por sua vez, o documentário de mesmo nome tentará chegar o mais longe que o financiamento conseguido o permitir. Garantida a transmissão através de um website especialmente criado para alojar o making of, pretende-se ainda a sua exibição em festivais e eventos pelo mundo. O mesmo terá tradução para Língua Cabo-verdiana e Português.

Entretanto, sendo este um projecto independente, mas considerando os custos que a sua concretização implica – viagens, estadia, cachets para os músicos, aluguer de estúdio e equipamentos, produção do disco e DVD, marketing e comunicação, etc. – os mentores lançaram uma campanha para angariar 8000 euros, que é o orçamento para a primeira etapa do projecto, a viagem e os trabalhos que deverão acontecer de Janeiro a Março de 2019.

“ Depois da nossa estadia aí agora em 2018 percebemos que concretizar este projecto exige um orçamento”, relatam na página que criaram para divulgar “Kriolo!” e convidar todos a serem co-produtores do projecto através de um donativo.

Na página há instruções e canais para se fazer a contribuição. Neste momento, a dois dias do fim do prazo da campanha de crowdfunding, conseguiram 85% do montante estipulado e estão esperançosos de que consigam atingir a sua meta.

Em paralelo com a sua carreira na música, iLLspokinn é um activista cultural que na sua cidade promove formações e mentoria para adolescentes e criou uma plataforma cultural para promover a criatividade artística, apoiar talentos emergentes e dedicar-se ao voluntariado junto de escolas carenciadas.

Assista aqui ao teaser de "Kriolo!".

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Chissana Magalhães,5 dez 2018 15:42

Editado porChissana Magalhães  em  6 dez 2018 7:50

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.