Ilha do Sal recebe busto em homenagem à Tututa Évora

PorExpresso das Ilhas,7 fev 2019 16:56

A ilha do Sal conta, a partir desta sexta-feira com um busto em homenagem a Tututa Évora. Este busto será inaugurado no âmbito da homenagem à exímia pianista, na celebração do seu centenário.

A cerimónia será presidida pelo Ministro da Cultura e Indústrias Criativas, Abraão Vicente, num evento que irá decorrer em frente à Escola de Artes Dona Tututa Évora, em Espargos.

O busto da pianista, da autoria do artista Fábio Testi e fundido pelo artista plástico Domingos Luísa é uma homenagem em reconhecimento pela contribuição de Tututa.

Este busto será inaugurado no âmbito de um projecto do Ministério da Cultura e das Indústrias Criativas que deverá contemplar outras figuras cabo-verdianas. O primeiro busto inaugurado foi do músico Ntoni Denti D´oro, no concelho de São Domingos, em Outubro do ano passado (2018).

No dia 16 deste mês, a SOCA vai homenagear a pianista em Portugal, com o lançamento de um livro.

Tututa Évora morreu em 2014, aos 95 anos, na ilha do Sal. Epifânia de Freitas Silva Ramos Évora, ou Dona Tututa, como era carinhosamente tratada por todos, nasceu no Mindelo, São Vicente, a 6 de Janeiro de 1919, cidade onde despontou como pianista.

Reconhecida como compositora de célebres temas como “Grito de dor”, “Sentimento”, “Mãe Tigre” ou “Vida Torturod”, Tututa Évora é também conhecida pela melancolia das suas letras e elogiada pelo “swing da mão esquerda” que fez escola na interpretação ao piano da música popular de Cabo Verde.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,7 fev 2019 16:56

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  19 ago 2019 23:22

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.