António Loja Neves dá nome a prémio de cinema para os PALOP

PorExpresso das Ilhas,13 mar 2019 13:06

António Loja Neves
António Loja Neves

A Federação Portuguesa de Cineclubes lança o Prémio António Loja Neves para divulgar e distinguir filmes produzidos nos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP). A primeira edição tem inscrições abertas até 30 de Março e aceita filmes de 2017 e 2018.

Com realização bi-anual, o Prémio António Loja Neves de Cinema tem como finalidade geral reforçar o acesso à cultura cinematográfica dos PALOP, “promovendo a sua divulgação, e os elementos para a sua comparação e compreensão”.

Os filmes candidatos podem ser co-produções entre os países que integram os PALOP e Portugal ou Brasil mas o realizador terá que ser africano. Outro requisito do regulamento é de que, para além das inscrições por iniciativa dos produtores, podem competir filmes de realizadores angolanos, cabo-verdianos, guineenses, moçambicanos e são-tomenses que tenham participado em actividades competitivas dos Cineclubes Portugueses, “nomeadamente os festivais organizados por Cineclubes federados na FPCC”, estando incluídos nesta edição os festivais Caminhos do Cinema Português, Encontros de Cinema de Viana, Festival Internacional de Cinema de Avanca, Filmes do Homem - Festival de Documentário de Melgaço e VistaCurta.

Não há limite quanto ao número de obras que cada realizador/produtor pode inscrever no festival. A data limite de inscrição de filmes e envio de cópias para pré-seleção do Festival é 30 de Março sendo que, nesta primeira edição do prémio não serão cobrados quaisquer custos de inscrição.

A escolha do nome do falecido jornalista, cinéfilo e cineasta português, também sócio da Federação Portuguesa de Cineclubes (FPCC) é uma forma de homenagear uma figura muito ligada ao cinema dos PALOP, que muito promoveu e divulgou em Portugal, tendo ainda participado activamente na criação e realização de festivais e mostras de cinema em alguns desses países. Foi o caso de Cabo Verde onde esteve entre os organizadores das primeiras edições do Plateau – Festival Internacional de Cinema da Praia.

A Federação Portuguesa de Cineclubes (FPCC) é uma associação cultural com fins não lucrativos que congrega os Cineclubes portugueses e tem como objectivo principal organizar a promoção da cultura cinematográfica “através de projecção de filmes, o estudo e a divulgação de todos os aspectos técnicos, históricos, culturais, artísticos e políticos do cinema, utilizando-o como instrumento de formação e de cultura”.

Conforme terá avançado à Lusa o presidente da FPCC, António Costa Valente, os prémios atribuídos nesta primeira edição da competição deverão ser anunciados e entregues já em Novembro deste ano, no Encontro de Cineclubes.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,13 mar 2019 13:06

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  13 mar 2019 17:29

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.