Gil Moreira e Livraria Pedro Cardoso representam Cabo Verde em Macau

PorExpresso das Ilhas,22 jun 2019 14:28

O artista cabo-verdiano, Gil Moreira e a Livraria Pedro Cardoso vão representar o nosso país no Festival de Ares e Cultura entre China e Lusofonia que acontece entre Junho e Julho, em Macau (China).

A actuação de Gil Moreira e grupo será nos dias 6 e 7 de Julho, em espaços públicos da cidade com actuações ao ar livre. Igualmente, consta da divulgação e promoção do evento, uma entrevista com Gil Moreira no programa “Café da Manhã”, da Rádio Macau, canal português.

Entre outros grupos artísticos convidados estarão neste evento os portugueses “Trabucos” com “ritmos fortes” interpretados de “forma energética”, o grupo de teatro “Jingzhou” da província de Hubei, na China, – que levará a ópera tradicional chinesa – e os angolanos “Kilandukilu” que apresentarão teatro bailado e cânticos espirituais.

Do Brasil, “Democratas do Samba”, com originais e músicas contemporâneas, por sua vez, o “Grupo Cultural Ate” apresentará um “estilo musical dos povos das Ilhas” da Guiné-Bissau.

Os “Timbila Muzimba” levam de Moçambique “ritmos, movimentos e melodias tradicionais” combinados com rap, hip-hop ou jazz. “Quina de Ribeira Afonso” e “Galaxy”, de São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, respectivamente, também integram a programação deste evento.

Paralelamente ao festival, acontece entre 4 e 7 de Julho a Feira Internacional do Livro, com o tema “Apreciar e Saborear Macau” e que terá seis áreas de exposição. Cabo Verde estará representado neste certame pela Livraria Pedro Cardoso, que levará ao público de Macau a literatura cabo-verdiana, através de um leque variado de obras de autores nacionais.

O Festival de Artes e Cultura entre a China e os Países de Língua Portuguesa é uma organização do Instituto Cultural do Governo da RAEM, com a participação de várias entidades locais e nomeadamente com a co-organização da Direcção dos Serviços de Turismo.

Nesta segunda edição do festival, inaugurada em 2018, serão apresentadas várias manifestações culturais como os espectáculos de música e dança, exposições de artes, uma exposição documental alusiva ao vigésimo aniversário desta Região Administrativa Especial e ainda um festival de cinema.  

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,22 jun 2019 14:28

Editado porDulcina Mendes  em  23 jun 2019 10:36

pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.