COVID-19: Mais um caso positivo em Cabo Verde

Salif Keita, Mário Laginha e Camané como actuações exclusivas do Sal Kriol Jazz Festival

PorSusana Rendall Rocha,8 fev 2020 9:13

1

Pela primeira vez o Kriol Jazz Festival acontece, em simultâneo, em duas ilhas do arquipélago e a ilha do Sal foi a escolhida para partilhar com a capital, o maior festival internacional de jazz de Cabo Verde. Já é conhecido o cartaz da edição inaugural do Sal Kriol Jazz Festival que foi apresentado na tarde desta sexta-feira, 7 de fevereiro, em conferência de imprensa na câmara municipal da ilha.

O pianista português de jazz, Mário Laginha, o conceituado fadista Camané e Salif Keita, que dispensa apresentações, são artistas exclusivos da edição salense do KJF, mas também sobem ao placo do Sal Kriol Jazz Festival, o guitarrista norte-americano, Roosevelt Coollier, o projecto musical Cabo Cuba Jazz, e os salenses Mirri Lobo e o Jazz Sal Project.

“Jazz Sal Project é um encontro de artistas residentes na ilha do Sal que junta músicos cabo-verdianos e estrangeiros, traduzindo o que é o Sal e também o conceito do Kriol Jazz Festival, uma fusão de sonoridades e uma mistura de diversas influências”, explicou Djô da Silva, mentor do Kriol Jazz Festival que já vai na sua décima segunda edição.

Além do espectáculo no palco principal nos dias 17 e 18 de Abril, o Sal Kriol Jazz Festival também se faz com diversos eventos paralelos e para diversos públicos. A vila piscatória da Palmeira foi escolhida para o primeiro Kriol Jazz Zona, os alunos da escola Tututa receberão Mário Laginha para um worshop de piano, após os concertos serão promovidos mais encontros musicais entre os nacionais e os estrangeiros, em jam sessions, nos espaços de música da cidade de Santa Maria, além de uma serie de eventos que vão invadir a pedonal Ildo Lobo, na semana que antecederá o Sal KJF.

Nesta primeira edição, o evento homenageia o compositor e intérprete, Antero Simas, autor de ‘Doce Guerra’ e tantas composições que engrandecem a música de Cabo Verde, natural de Santiago mas, que adoptou a ilha do Sal como sua.

O Sal Kriol Jazz Festival será uma realidade graças a um investimento de 15 mil contos, resultado de uma parceria entre a organização e a autarquia salense que engajará 5 mil contos para trazer o festival à ilha para a qual o projecto foi inicialmente pensado.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Susana Rendall Rocha,8 fev 2020 9:13

Editado porSara Almeida  em  9 fev 2020 11:14

1

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.