Realizador de “Inimigo Público nº1 “ fala em dificuldades de produção mas diz-se satisfeito com o trabalho

PorSheilla Ribeiro,27 fev 2020 17:42

Mário Almeida
Mário Almeida

O realizador do documentário “Inimigo Público nº1 “, Mário Almeida, mostrou-se hoje satisfeito com o trabalho, apesar das dificuldades de produção.

Mário Almeida falava à imprensa à margem da ante-estreia do documentário na sede das Forças Armadas na cidade da Praia.

Entre os obstáculos, Mário Almeida apontou dificuldades de produção, tais como “uma melhor capacidade técnica de capitação” de certos momentos, e a falta de mais pessoal envolvido.

A limitação orçamental de 300 contos foi outra dificuldade, segundo o realizador.

“O nosso orçamento era de 3 mil contos para fazer um documentário dessa natureza. Havia coisas extraordinárias, mas não foi possível fazer porque são apenas 300 contos de financiamento”, disse, acrescentando que o documentário foi concluído em 1 mês.

"Inimigo Público n.º1" é, conforme explicou Mário Almeida, um documentário inspirado no Massacre de Monte Tchota, que mostra as Forças Armadas e questiona como, e se, este podia ter sido evitado.

De acordo com a mesma fonte, a ante-estreia foi feita em especial para as Forças Armadas uma vez que o documentário é feito do ponto de vista da instituição.

“Eu posso dizer de frente que se tratou de uma perspectiva que eu escolhi desde início dada a natureza do crime”, manifestou.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,27 fev 2020 17:42

Editado porSara Almeida  em  28 fev 2020 14:41

pub.
pub.
pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.