Lançamento de livro : “Ilha Formose e outras mornas”, da autoria de Miquinha apresentado esta quinta-feira na Praia

PorExpresso das Ilhas,11 mar 2020 17:18

O livro “Ilha Formose e outras mornas”, de Amilcar Spencer Lopes, “Miquinha”, uma compilação de 19 mornas, terá a primeira apresentação pública esta quinta-feira, no Auditório do BCA/Garantia/A Promotora, na Praia.

O autor foi buscar o título do livro ao nome da primeira morna que dedicou à sua ilha São Nicolau, quando era ainda estudante de direito em Portugal, obra simbolicamente datada do ano em que a morna foi declarada património cultural da humanidade.

“Como é praticamente a primeira morna e como é também uma relação especial minha com a minha ilha, eu entendi que era suficientemente justificativo do título”.

Miquinha que compõe também em outros géneros musicais, como a coladeira e marchas para Carnaval, optou por fazer um registo só de mornas, como sua forma pessoal de contribuir para a candidatura da morna a património da humanidade, no ano de 2019, como o próprio revelou ao Expresso das Ilhas. Entretanto, o livro que devia ser publicado no ano passado, por motivos alheios à vontade do autor e da sua editora, só agora vai ser lançado.

“Perdoem-me esta imodéstia, mas eu acho que esse reconhecimento da morna é um trabalho de várias gerações de cabo-verdianos e de várias gerações de músicos e compositores e que nós todos devíamos pôr a nossa pedrinha. Eu fiquei contente e acho que todos ficaram contentes, porque é o reconhecimento da alma cabo-verdiana expressa na nossa morna. Daí a ideia dessa colectânea”.

O livro, além das letras, incorpora partituras de todas as dezanove mornas e traz uma agradável novidade que são os acordes para violão.

Foi elaborado em parceria com o compositor, pianista, professor e orquestrador Humberto Ramos que vive em Portugal desde os anos de 1990. “Aliás, ele é que me desafiou, oferecendo-se para escrever as partituras. Devo dizer que eu tinha algumas partituras escritas anteriormente pelo Jotamont, pelo falecido Luís Morais e pelo Morgadinho, mas estavam dispersas e Humberto Ramos acabou por fazer uma coisa uniforme, que é o que está no livro”.

As dezanove mornas agora compiladas em livro abordam vários temas com destaque para a sua ilha, São Nicolau “o meu país, pessoas das minhas relações, como a minha mãe, o mar que é um tema presente, a amizade, os amigos, o amor e a paixão”.

A obra, como nos dá conta o autor, tem também uma preocupação didáctica.”Da mi­nha parte, eu acho que nós devemos começar a ter essa preocupação de registar as palavras e as melodias para que não haja depois deturpações. Do ponto de vista do Humberto [Ramos], ele quer que este caderno sirva aos estudantes de música de uma forma geral e particularmente aos aprendizes de violão. E é por isso que, para além das partituras que acompanham as mornas, no fim vem uma separata com os acordes para violão”.

A apresentação da obra estará a cargo dos músicos Zeca Couto e Jotacê. Segue-se uma demostração musical com o autor a ser acompanhado por um grupo amigos.

Amílcar Fernandes Spencer Lopes nasceu na Vila da Ribeira Brava. Fez os estudos secundários, em Mindelo, e universitários, em Lisboa, cidades, onde, como escreve nas notas biográficas, se relacionou com quase todos os grandes nomes da música nacional, de então.

Não obstante, considera-se um “tocador de serenata” e como já não se fazem serenatas, diz, ficou musicalmente “desocupado”.

Em Lisboa, pertenceu ao conjunto “Quês Moce” com o qual gravou um LP com quatro composições suas. No Mindelo, integrou o conjunto “Diapasão”, um dos grupos selecionados, a nível nacional, para participar na abertura do Parque 5 de Julho, na Praia, por ocasião das comemorações do Xº Aniversário da Independência Nacional.

Amílcar Spencer Lopes é autor da letra do Hino Nacional e tem composto vários temas em parceria com Paulino Vieira, Dany Silva, Humberto Évora e Nhelas Spencer.

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 954 de 11 de Março de 2020. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,11 mar 2020 17:18

Editado porSara Almeida  em  12 mar 2020 17:40

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.