“Cesária Évora Academia de Arte tem todas as condições para começar a leccionar”, Abraão Vicente

PorDulcina Mendes,25 jun 2020 11:21

O Ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente garantiu que a Cesária Évora Academia de Artes (CEAA) tem todas as condições sanitárias para retomar as aulas.

Abraão Vicente fez essa afirmação, numa visita que efectuou esta quarta-feira, à Academia para ver de perto se estão implementadas todas as medidas sanitárias necessárias no combate ao novo coronavírus. 

“Já temos o aval positivo da Delegacia de Saúde para abrir a Academia, porque demonstramos que temos todas as condições para manter a segurança sanitária entre os alunos”, indica.

Segundo explicou a Academia tem o seu plano de actividade, por isso não quiseram interromper totalmente o processo de aprendizagem dos alunos, por isso, “pouco a pouco vamos retomando com a expectativa de que com a passagem do pico da pandemia possamos retomar plenamente as aulas”.

Com essa visita, o governante quer garantir aos pais, encarregados de educação e mesmo aos adultos que frequentam a Academia que estão garantidas todas as condições sanitárias, espaços de isolamento, materiais de desinfecção e distanciamento social nas aulas.

“E os professores têm todos os equipamentos de protecção, temos todas as condições para reabrir a Academia, depois da reabertura dos Museus, Salas de exposições e em Outubro vamos começar a reprogramar os eventos culturais”, assegura.

Questionado se teremos uma Academia online à semelhança dos museus, Abraão Vicente acredita que sim. “A coordenadora da Academia acaba de me informar, por exemplo que algumas aulas de música vão começar online, vai ser uma grande mais-valia para Academia Cesária Évora”, assegura.

Por outro lado, considera que é normal que as pessoas fiquem com receio, mas garante que há na Academia todas as garantias sanitárias e que não há aglomerações das pessoas, porque as salas acolhem no máximo com oito alunos.

Ainda no mesmo dia, Abraão Vicente esteve de visita ao Instituto Nacional de Previdência Social (INPS), onde teve  encontro com a presidente daquela instituição, Orlanda Ferreira.

No final do encontro, o governante disse que vai trabalhar em conjunto com o INPS para aumentar a cobertura de profissionais por conta própria do sector da cultura na previdência social.

O ministro disse ainda disse que a presidente do INPS mostrou total abertura e engajamento para que juntos possam encontrar a melhor solução para que os artistas e criadores obtenham melhores informações sobre o funcionamento e as vantagens de estarem inscritos na previdência social e para a efectiva inscrição.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,25 jun 2020 11:21

Editado porSara Almeida  em  25 jun 2020 19:19

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.