Festival de Cinema da Praia

PorDulcina Mendes,6 set 2020 7:42

O Plateauzinho e Plateauzona são dois produtos do Festival Internacional de Cinema da Praia (Plateau) que têm vindo a conquistar cada vez mais públicos mas, este ano, devido à pandemia do novo coronavírus, não serão realizados como forma de evitar a propagação do vírus.

A 7ª edição do Festival Plateau contará este ano com as exibições, as partes competitivas e alguns workshops ou masterclass em formato digital.

O Festival está agendado para os dias 26, 27, 28 e 29 de Novembro e as inscrições já estão abertas e decorreram até 20 de Outubro. “Este ano estamos a viver um momento atípico e tudo aquilo que são eventos culturais estão parados desde Março e provavelmente vão permanecer assim, até Outubro/Novembro, de acordo com as restrições impostas pelo Governo”, explica o Director do Festival.

Ivan Santos acredita que este festival será um dos primeiros eventos a serem realizados logo após as restrições, “mas isso se as restrições não continuarem, senão teremos que preparar um novo formato”.

E sublinhou que as exibições dos filmes em competição estão em processo de inscrição e irão passar por uma selecção, “dependendo da grelha de programação, mas nos últimos anos chegou-se a seleccionar 28 a 30 filmes, para não encher muito a programação. Este ano, pretendemos ter um formato digital, que receba mais filmes nessa selecção, mas acredito que não vamos ultrapassar esse número”.

Uma alternativa interessante, conforme o Director do Festival Plateau, seria realizar o evento tipo drive-in, que podia ser num estacionamento ou num espaço fechado, onde as pessoas possam ver os filmes dentro das suas viaturas.

“Acho que seria uma alternativa diferente e inovadora para o Festival. E até este momento (segunda-feira) temos 130 inscrições, o que demostra também que o festival já é de certa forma reconhecido. E as pessoas estão à espera para inscreverem os seus filmes”, assegura.

Mas explicou que das inscrições já feitas, a maioria dos filmes são internacionais, mais concretamente, brasileiros, “já temos isso desde a primeira edição do festival. A grande procura dos brasileiros para o nosso evento é pelo facto de termos alguma parceria institucional com alguns festivais no Brasil, mas é uma porta que se abriu e um corredor porque sabemos como é que funciona a produção cinematográfica no Brasil. Se produzimos um ou dois filmes por ano eles produzem muito mais”, conta.

Ivan Santos avançou que os filmes nacionais ainda não estão inscrito, mas lembrou que as inscrições começaram há poucos dias e acredita que vão ter filmes nacionais.

Perspectiva

Espera-se que o evento seja apropriado para a sociedade civil, “quem faz os eventos são os produtores e realizadores. Acredito que poderá ter esse empurrão de chamar a sociedade civil para produzir eventos desse tipo e poder pensar em alternativas que não os formatos digitais”.

A organização do festival compromete seguir todas as restrições sanitárias e de segurança, como distanciamento, uso obrigatório de máscaras e desinfecção das mãos à entrada.

Em tempos normais, as exibições dos filmes aconteceriam no Cinema da Praia e no Palácio da Cultura Ildo Lobo. O Plateauzona percorria os bairros da cidade e o Plateauzinho é destinado aos mais jovens.

O Festival Plateau tem como objectivo principal a exibição pública de filmes de todo o mundo não distribuídos nem apresentados nas salas de cinema da Praia, bem como apoiar o desenvolvimento e a promoção do cinema nacional.

Incentivar e dinamizar actividades relacionadas com o audiovisual na cidade da Praia bem como envolver a participação das escolas, universidades, televisões, produtores, empresas que operam nas áreas das tecnologias da informação e da comunicação são outros objectivos do festival.

Organizado pela Câmara Municipal da Praia, o Festival Plateau conta com a parceria do Ministério da Cultura, a Associação de Cinema e Audiovisual, a Txan Film & Associates e o apoio financeiro de empresas públicas e privadas.

*com Ailson Martins

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 979 de 2 de Setembro de 2020.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Dulcina Mendes,6 set 2020 7:42

Editado porFretson Rocha  em  18 set 2020 18:19

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.