Estado aceita pagar totalidade das dívidas do inter-ilhas

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,5 abr 2018 6:52

​O Estado assumiu o pagamento integral das dívidas do torneio inter-ilhas 2013, em futebol. Os lesados abdicam dos juros de mora devidos.

O advogado dos operadores económicos foi informado que o Estado vai assumir o pagamento integral do montante das dívidas.

Manuel Roque Silva Júnior, representante dos 12 operadores económicos das áreas de alojamento e restauração, disse que está disponível para “abrir mão da taxa de juro”, 4 por cento (%) a contar da data de entrada da acção no tribunal, desde que as dividas sejam pagas de forma “integral e imediata”, incluindo honorários dos advogados.

A dívida para com os doze operadores económicos totalizam 5.425 contos, mais 10% dos honorários dos advogados, correspondente a pouco mais de 540 contos, totalizando assim cerca de seis mil contos (5.967 contos).

O acordo entre o Ministério Publico, que representa o Estado, e os representantes das partes deve ocorrer sexta-feira, 06, no tribunal de São Filipe.

Inicialmente, o Estado pretendia assumir apenas um terço das dívidas, deixando a parte restante para outras partes envolvidas no processo, nomeadamente a Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF), as câmaras municipais de São Filipe e Mosteiros e a Associação Regional do Futebol mas, depois de vários contactos, o Estado, através da tutela do desporto, decidiu assumir as dívidas, podendo exercer o direito de regresso junto das outras partes.

O valor das dívidas reivindicado resulta do alojamento e alimentação das caravanas entre os dias 23 de Julho e 04 de Agosto de 2013 (com excepção da selecção do Maio que permaneceu por mais uma semana na ilha do Fogo), período durante o qual decorreu o torneio inter-ilhas, cujo troféu foi conquistado pela selecção do Fogo.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,5 abr 2018 6:52

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  15 nov 2018 3:23

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.