1ª fase: A história do Sporting da Praia (o surgimento e a interrupção do Sporting Clube de Cabo Verde)

PorWilliam Vieira,23 jul 2020 9:19

O Sporting Clube da Praia é sem dúvida, um dos maiores clubes de Cabo Verde. A 20º filial do Sporting Clube de Portugal, contabiliza mais de 40 títulos na sua vitrine, sendo o clube com maior número de campeonatos regionais de Santiago Sul e segundo com mais títulos nacionais de futebol.

Este clube teve vários períodos áureos, o mais notório, no início do século XXI, onde, sob a liderança diretiva do Engenheiro Rui Évora, hoje vice presidente da Federação Cabo-verdiana de Futebol, acompanhado de Paulo Veiga, atual Ministro da Economia Marítima, António Sérgio Barbosa Mendes, empresário e Carlos Évora, arquiteto de profissão, irmão do presidente Rui Évora, formaram uma equipa vencedora, onde no início do milénio, dominaram o futebol cabo-verdiano, quer no contexto regional Santiago Sul, Nacional e com algumas proezas na Liga dos Campeões da CAF.

Foram cerca de 10 anos de glória ao serviço do clube leonino, onde conquistaram 5 campeonatos Nacionais e estiveram em 8 finais consecutivos.

Para além do Nacional, ganharam 7 Campeonatos Regionais, 2 Torneios de Abertura, 1 Taça Santiago Sul e 1 supertaça de Cabo Verde. No total foram 16 títulos em 10 anos!

Para além dos títulos conquistados, o clube ofereceu desde antes da independência, vários atletas à seleção cabo-verdiana, como foram os casos de Mundinho Melo, Zé di Nhanha, Djudja, Rui Maia ,Toizinho , Djudju, Lóló, Bela, Luís Bastos, Benvindo, Djack, Calú, Zé Piguita, Baroti, Juca e no pós-independência também grandes nomes dos Tubarões Azuis saíram dos Leões da Capital como foram os casos de Caló, Zé di Tchetcha, Loloti, Babanco, Stopira, Platini, entre vários outros atletas.

Ainda, o clube teve um enorme contributo para a internacionalização do futebol cabo-verdiano através do envio de atletas para o continente europeu.

Começando pelos casos antes da independência como Rui Maia (Académica de Coimbra), Mundinho Melo (Benfica de Castelo Branco), Zé di Nhanha (Salgueiros), Baroti Antunes (Estrela da Amadora, Estoril) e pós-independência, nomeadamente Zé Piguita (Al-Shamal do Qatar), Caló (Salgueiros), Babanco (Arouca), Stopira (Feirense), Platini (Tourizense), etc.

Para se ter uma noção, deixo abaixo exposto, todos os títulos conquistados pelo clube da cidade da Praia, desde o seu renascimento em 1952.

  • 2 Campeonatos cabo-verdiano de futebol Pré-Independência (em 1961 e 1969);
  • 10 títulos nacionais pós-Independência (1985, 1991, 1997, 2002, 2006, 2007, 2008, 2009, 2012 e 2017);
  • 1 Taça de Cabo Verde (em 2018);
  • 12 Campeonatos Regionais de Santiago (1961, 1964, 1969, 1974, 1977, 1984, 1985, 1988, 1991, 1997, 1998 e 2002);
  • 10 Campeonatos Regionais do Santiago Sul (2002, 2005, 2006, 2007, 2008, 2010, 2012, 2013, 2014 e 2017);
  • 3 Supertaças de Santiago Sul (2013, 2017 e 2018);
  • 1 Supertaça de Cabo Verde (2013);
  • 2 Taças de Santiago Sul (2008, 2014, 2017);
  • 3 Torneios de Abertura da Praia (2001, 2003 e 2005).

Entrando na história deste grande clube, para se ter a perceção do surgimento do Sporting Clube da Praia é necessário compreender as 4 fases que antecedem o surgimento de um dos maiores clubes de Cabo Verde.

De acordo com o meu entendimento, posso categorizar o surgimento do Sporting Clube da Praia em 4 fases históricas: A 1ª, o surgimento e a interrupção do Sporting Clube de Cabo Verde; A 2ª, o surgimento e a interrupção do Rápido Clube da Praia ; A 3ª, a reativação do Rápido Clube da Praia e 4ª e última fase, a fusão estatutária do Sporting de Cabo Verde e do Rápido Clube da Praia, originando o Sporting Clube da Praia.

No entretanto, entrando na primeira fase, teremos de distinguir o Sporting Clube de Cabo Verde e o Sporting Clube da Praia.

Inicialmente dois clubes diferentes e dois contextos completamente diferentes pela época e pela sua criação.

Contudo, como veremos mais adiante, em outras fases, o primeiro tem uma ligação umbilical para o surgimento do segundo.

De acordo com os registos do Sporting Clube de Portugal e de algumas glórias do Sporting Clube da Praia, o Sporting Clube de Cabo Verde foi fundado a 2 de dezembro de 1923 e inscrito no Sporting Clube de Portugal como a Filial nº 20.

A equipa filiada de Cabo Verde tinha como modalidade principal o futebol.

Para além disso, o equipamento do Sporting de Cabo Verde foi inspirado nos trajes do Sporting Clube de Portugal, que venceu nos anos 20, o Campeonato de Lisboa e o Campeonato de Portugal, liderado no período por alguns atletas de renome como João Francisco e Joaquim Ferreira.

Segundo Mascarenhas (2020), o Sporting Clube de Cabo Verde não permaneceu muito tempo no certame do futebol em Cabo Verde após a sua criação, tendo presumivelmente por volta dos anos 40 cessado todas as atividades desportivas.

Na perspetiva de Mascarenhas (2020), o clube teve mais de 10 anos de interregno.

A partir dali, pouco mais se sabe do Sporting de Cabo Verde, muito devido a carência de informação sobre o clube no período, requerendo ainda uma investigação mais aprofundada nos Boletins Oficiais da época, nos jornais genéricos e especializados de Portugal e Cabo Verde.

Com a colaboração imprescindível de Orlando Mascarenhas!

Continua!

Publicação autorizada apenas sob a autorização do autor

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:William Vieira,23 jul 2020 9:19

Editado porAndre Amaral  em  7 ago 2020 23:20

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.