Valores Olímpicos em Português

PorLeonardo Cunha,26 mar 2021 8:57

Recentemente, assistimos á noticia de tradução do manual do Olympic Values Education Program (OVEP) para o idioma português. O OVEP Toolkit é um conjunto de livros educacionais, que pode ser acedido gratuitamente no site do Comitê Olímpico Internacional (COI). Esta tradução foi possível devido à iniciativa do professor Nelson Todt (Coordenador do Grupo de Pesquisa em Estudos Olímpicos da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) e presidente do Comitê brasileiro Pierre de Coubertin (CBPC)) após reunião com COI, em 2018, na Suíça.

Numa parceira com o Comité Olímpico Cabo-verdiano (COC) e com financiamento da Solidariedade Olímpica, foi possível a materialização deste projeto com o objetivo de alcançar a comunidade internacional de língua portuguesa, estimada em mais de 250 milhões de pessoas nos nove países que possuem como idioma oficial o português.

O COC e o CBPC são exemplos de entidades que a nível mundial estão preocupadas com a materialização de programas de Educação Olímpica. Estes programas têm como grande objetivo levar para as escolas e comunidades toda a envolvência do Movimento Olímpico e através destes programas permitir o acesso a conteúdos e atividades para incentivar o conhecimento sobre o Olimpismo. O Olimpismo como matriz que coloca o desporto ao serviço do desenvolvimento humano, é essencialmente uma filosofia de vida que promove os valores da amizade, respeito e excelência numa competição nobre, justa e leal.

Alem de se poder projetar esta filosofia a um nível global, a sua operacionalização apenas fará sentido se partirmos de uma perspetiva comunitária. O Desporto é essencialmente um bem que tem apenas significativa se afetar as famílias e populações locais e na qual estas tenham a perceção da sua importância. Os programas de Educação Olímpica atingem assim uma valiosa contribuição no sentido da implementação do Plano de Ação das Nações Unidas para o Desporto para o Desenvolvimento e a Paz.

Neste caso devemos aceder à tecnologia digital de forma a esta ser utilizada e aplicada para tornar o desporto e a Educação Olímpica mais acessível. Os governos, o sector privado e as organizações desportivas têm de repensar o papel do desporto no bem-estar mental e físico, a educação para a paz e a igualdade entre homens e mulheres. É necessário reafirmar que o desporto pode funcionar como um catalisador para a saúde socioeconómica, o desenvolvimento e a mudança sustentada.

Os atletas e os clubes desportivos têm a capacidade de mobilizar os seus adeptos e bases de apoio para auxiliar e apoiar aos membros vulneráveis das suas comunidades. Os recursos humanos e financeiros devem ser disponibilizados ao desporto para as organizações de desenvolvimento, muitas das quais são pequenas e baseadas na comunidade.

O Desporto já tem sido utilizado pelas principais organizações internacionais e por vários governos para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável. É necessário que que os governos devem incluir os programas de educação olímpica, o desporto e a atividade física nas suas estratégias nacionais para o desenvolvimento sustentável. As entidades das Nações Unidas devem também continuar a fornecer orientações de investigação e políticas aos governos e a outros que estão a tentar incorporar o desporto para alcançar a paz e o desenvolvimento em parceria com as instituições que operacionalização estes programas junto das comunidades.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Leonardo Cunha,26 mar 2021 8:57

Editado porAndre Amaral  em  26 mar 2021 19:19

pub.
pub.
pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.