AfroBasket 2021 : Monsieur Président Paul Kagame, je vous présente « os Tubarões Azuis»!

PorWilliam Vieira,31 ago 2021 8:21

Excelentíssimo Senhor Presidente da República de Ruanda, Paul Kagame. Estes são os Tubarões Azuis! Oui, “os Tubarões Azuis”!

Pas Rocain Blues ou Blue Shark, le nom officiel ne change pas.

C’est Tubarões Azuis et rien d’autre !!

Estes vitoriosos são os selecionados de Emanuel Trovoada para o AfroBasket 2021, realizada na sua tão propalada cidade de Kigali!

M. Kagame, não pude deixar de ficar alheio perante a sua aparente perplexidade diante do resultado do jogo do AfroBasket entre Ruanda e Cabo Verde, com especial enfoque nos primeiros dois períodos.

Afinal de contas, foi um resultado indigesto perante tanta “Katxupada”. O início do encontro fora como se tratasse de duas nações de níveis totalmente dissemelhantes. Mas ninguém leva a mal depois da azia, é o desporto e os seus efeitos colaterais.

Joel Almeida e Fidel Mendonça pareciam seres endiabrados!!!!

Era como se fossem duas deidades em triplos!!!

Edy Tavares era o Zeus do jogo. A verdade é que enquanto estava em campo, ninguém ameaçava sequer tentar dominar o seu mundo. Estávamos nós no mundo fictício de Paul Norris, Edy interpretando o papel de Jason Mamoa no filme Aquaman. Spetakulu!

8 anos depois, quem te viu quem te vê Edy!!!! E o menino de djarmai está completo. É notório o seu desenvolvimento muscular, desde sua primeira participação no AfroBasket - em 2015 - até hoje, registando melhorias inequívocas em vários aspetos desde: o posicionamento, força e sobretudo aspetos psicológicos como liderança e mentalidade ganhadora!

Para mim, na minha modéstia opinião, o melhor atleta cabo-verdiano de alto rendimento, desde que comecei a seguir o desporto nacional.

Voltando ao assunto, Monsieur Kagame, não era de se estranhar a tal expressão facial pois no 1º período, o resultado situava-se nos 14 - 29 e no segundo tempo registava-se 46 - 26 para Cabo Verde. Eram 20 pontos a separar as duas equipas!

É duro, pois sei, mas também foi o mérito de todo um trabalho de uma seleção, mas também com um pouco de sorte à mistura como é natural em qualquer disputa.

No entretanto, penso que já conhecia Cabo Verde de outros campeonatos. Falo eu, no cenário da geopolítica, mas até os dias de hoje, vejo com alguma estranheza, sem nenhuma visita oficial da sua parte à minha terra querida.

M. Paul Kagame, não temos fábricas de Volkswagen, telemóveis made in Cabo Verde, drones para transporte de medicamentos a zonas de difícil acesso para os enfermos e tampouco um pavilhão equiparado ao Kigali Arena.

O povo cabo-verdiano é humilde, trabalhador e a nossa maior riqueza é o capital humano.

M. Kagame, lhe exponho, não esforçais para ver Cabo Verde no mapa. É Melhor conhecê-lo pessoalmente, in loco!!!!

Os Tubarões Azuis desportivamente já comprovaram aos ruandeses como poderão ser frutíferos uma possível visita à terra de Amílcar Cabral.

Apesar da derrota inequívoca diante a Cabo Verde, espero que a minha seleção já tenha ganho um aficionado, depois do resultado de dois dias atrás, construído sobretudo naqueles dois primeiros períodos diabólicos, possibilitando assim a conquista do grupo e a consequente passagem direta aos quartos-de-finais da competição, aguardando o resultado de outros confrontos.

Aproveito para deixar um “muito obrigado” do povo cabo-verdiano a toda a seleção nacional de basquete, desde a direção, a equipa técnica e os jogadores da seleção nacional.

São, afinal de contas, os nossos heróis, a nossa alegria!

Por fim, pela boa governação e pela amizade provável entre os dois países, esperemos um dia, a sua visita às ilhas de Cabo Verde e que as relações bilaterais sejam profícuas entre estas duas pequenas grandes nações africanas.

Com os meus melhores cumprimentos

kila la heri

William de Sena Vieira.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:William Vieira,31 ago 2021 8:21

Editado porSara Almeida  em  31 ago 2021 19:28

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.