Conflito armado na Ucrânia e Desporto

PorLeonardo Cunha,25 fev 2022 9:00

O Comité Olímpico Internacional (COI) emitiu um comunicado dizendo que condena veementemente a violação da Trégua Olímpica pelo governo russo. A Trégua Olímpica começou sete dias antes dos Jogos Olímpicos de inverno de Pequim 2022 e vai até sete dias após a conclusão dos Jogos Paralímpicos de inverno de Pequim 2022 no dia 20 de março.

Ele pede aos países que construam um “mundo pacífico e melhor por meio do desporto e do ideal olímpico”. A Trégua Olímpica é inspirada na “Ekecheiria”, ação que pedia a suspensão dos conflitos durante os Jogos Olímpicos da antiguidade.

Este anúncio é uma premunição das alterações que o mundo do desporto acomodará em relação ao conflito armado em território ucraniano em oposição à evasão territorial Russa. As forças russas lançaram ataque militar à Ucrânia com relatos de ataques de mísseis e explosões perto de grandes cidades. Enquanto os pelotões de Putin marcham para a Ucrânia, existem consequências diretas de ordem económica à Rússia por sanções anunciadas por parte da comunidade Internacional este conflito já coloca alguns constrangimentos no mundo do Desporto.

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, assinou um decreto para impor a lei marcial no país, com a liga nacional de futebol a ser oficialmente suspensa. Isto significa que equipas como o Dínamo de Kiev e o Shakhtar Donetsk não poderão jogar durante um mínimo de 30 dias.

Entretanto, a Rússia ia acolher a final da Liga dos Campeões em São Petersburgo, mas a UEFA deixou claro que haverá agora uma mudança de local. A seleção russa defrontará a Polónia nos play-offs do Mundial 2022, em março, mas os visitantes já pediram para não jogar em solo russo.

A Ucrânia também se qualificou para os play-offs e o jogo contra a Escócia também está agendado para março, caso a FIFA não intervenha. As equipas russas CSKA Moscovo, UNICS Kazan e Zenit São Petersburgo estão entre os oito primeiros da classificação da Liga Europa sendo consideradas entre as favoritas a disputar os play-offs. No entanto, há jogadores como Alex Abrines, do Barcelona, que “preferem não viajar” à Rússia para os dois próximos jogos da sua equipa contra o CSKA e o Zenit.

A Liga Euroleague não está disposta a suspender quaisquer jogos, mas jogadores americanos como Nigel Hayes-Davis e Brandon Davies não sabem se serão autorizados a entrar em território russo. A Rússia também acolherá o Campeonato do Mundo de Voleibol Masculino. A Federação Internacional de Voleibol está agora a acompanhar a situação e eles apontaram que só mudarão o local se não for impossível para o torneio avançar na Rússia.

Entretanto, Sochi será o anfitrião do Grande Prémio da Rússia desta temporada, mas ainda não há bilhetes à venda para a corrida, enquanto o piloto da Aston Martin, Sebastian Vettel, anunciou que não participará na corrida em protesto.

Além do COI anunciar a condenação da quebra da trégua olímpica, será importante compreender quais as consequências desta quebra quando a mesma foi adotada por 173 Estados-Membros na 76.ª Sessão da Assembleia Geral (AG) das Nações Unidas (ONU) em Nova Iorque (incluindo a própria Rússia).

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Leonardo Cunha,25 fev 2022 9:00

Editado porAndre Amaral  em  26 fev 2022 9:39

pub.
pub.
pub.

pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.