Obras do novo hotel na Laginha devem arrancar dentro de três meses

PorFretson Rocha, Rádio Morabeza,13 fev 2018 18:19

São Vicente passa a contar, em finais de 2019, com um novo complexo hoteleiro, que engloba um hotel de quatro estrelas com 217 quartos, uma sala de conferências e um casino. A versão final do projecto foi apresentada hoje, no Mindelo.

O projecto, a ser edificado na Laginha, onde funciona a actual Alfândega do Mindelo, está orçado em 32 milhões de euros, sendo 22 milhões financiados pela Afreximbank. A previsão é que, com o início da exploração de todo o complexo, sejam criadas 400 empregos directos.

O projecto é promovido pela Matiota Investimento, empresa constituída em Abril de 2015, com o propósito de desenvolver e construir o empreendimento. Na apresentação do projecto, João do Rosário, da promotora, disse que o objectivo é suprir a carência de oferta de camas na ilha.

“O terreno sobre o qual nascerá o nosso empreendimento tem cerca de seis mil metros quadrados, muito bem localizados na Laginha", explica.

A iniciativa foi apresentada na presença do primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, do vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia, do ministro do Turismo, José Gonçalves e pelo presidente do Banco Africano de Exportação e Importação, Benedict Okey Oramah.

O chefe do Governo destaca a importância do projecto para a ilha do Monte Cara.

“Tudo isto é a concretização de uma forte parceria que o Governo tem estado a fazer com o sector privado”, diz.

O empreendimento comporta três actividades distintas: construção de um hotel de quatro estrelas, com 217 quartos, denominado Golden Tulip Mindelo, sob exploração da Golden Tulip, pertencente ao Louvre Hotels Group.

Será também construída uma sala de conferência, denominada Opera do Mindelo, que poderá receber até 600 pessoas sentadas, destinada a conferências nacionais e internacionais, mas também com uma vertente de animação cultural, aos fins-de-semana.

A terceira actividade diz respeito a um Casino, que não está no orçamento solicitado ao Afreximbank, mas previsto desde a primeira hora numa das clausulas dos contratos concluídos com o estado de Cabo Verde. O referido Casino vai ser explorado pelo grupo francês Lucian Barriérre.

O projecto de arquitectura é da autoria da Bati Build Construções. As obras devem arrancar dentro de três meses e a inauguração está prevista para Dezembro de 2019.

Com o complexo hoteleiro, a Alfândega do Mindelo vai ser deslocada para um espaço na Marginal, ao lado do edifício da Polícia Judiciária.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Fretson Rocha, Rádio Morabeza,13 fev 2018 18:19

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  13 fev 2018 20:10

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site