ENACOL tem novo logotipo

PorExpresso das Ilhas,16 nov 2018 20:26

A empresa distribuidora de produtos petrolíferos apresentou na tarde desta sexta-feira sua nova imagem com vista ao reposicionamento da marca no mercado.

A ENACOL apresentou hoje aos jornalistas, na Praia, a sua nova imagem de marca. Como explicou o PCA da ENACOL Jorge Carvalho, a renovação da imagem surgiu da necessidade da empresa de criar uma identidade nova para fazer face aos desafios do mercado e de se adaptar às constantes evoluções desse sector.

“ O último rebranding que a ENACOL teve remonta há 20 anos atrás. De lá para cá foram feitos alguns ajustes à imagem da empresa, o que acabou por causar até algum desalinhamento naquilo que era a nossa imagem nos vários pontos em que estamos, mais concretamente nos postos de abastecimento”, frisou Jorge Carvalho, acrescentando que não havia uma uniformização de imagem em todas as redes e instalações da empresa.

Com o novo logotipo a ENACOL apresenta-se hoje com uma imagem mais moderna e mais adaptada aos novos desafios do mercado. Jorge Carvalho informou que o projecto apresentado esta tarde insere-se num vasto plano de investimento que a empresa tem em curso que além de modernizá-la e adaptá-la às exigências do mercado, visa alinhar a ENACOL com as melhores práticas da indústria petrolífera.

“Este plano iniciou-se há tem algum tempo; este ano iremos investir qualquer coisa como 530 mil contos e o investimento que temos previsto no nosso plano para os próximos 5 anos é de cerca de dois milhões de contos”, anunciou o PCA da ENACOL.

A ENACOL é uma empresa de distribuição de produtos petrolíferos e está em todos os segmentos de mercado que esta actividade comporta.

Nasceu como empresa pública em 1979 e foi privatizada em 1997. Actualmente os accionistas maioritários são a portuguesa Galp com 48,3% do capital da empresa, a angolana SONANGOL com 38%, o Estado cabo-verdiano detêm 2% e o resto está disperso em bolsa.

A empresa emprega de forma directa cerca de 276 pessoas e de forma indirecta (parceiros) mais de 300 pessoas.

Tem uma componente de mercado nacional e outra de reexportação para o mercado internacional.

A nível do mercado nacional a sua actividade mais visível são os 24 postos de venda distribuídos por todas as ilhas.

A Enacol mantém há dez anos a liderança do mercado nacional de produtos petrolíferos.

“Nós vamos fazer este ano cerca de 240 mil toneladas de produtos petrolíferos e dessas 240 mil toneladas 65% são para exportação”, informou Abílio Madalena, director-geral da ENACOL, para acrescentar que dos 120 milhões de dólares do volume de vendas em 2017, cerca de 80 milhões foram averbados nas exportações.

“Se colarmos isto desta forma, a ENACOL é provavelmente a maior exportadora de Cabo Verde”, realçou Abílio Madalena.  

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,16 nov 2018 20:26

Editado porAntónio Monteiro  em  18 nov 2018 9:31

pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.