São Vicente acolhe fórum sobre turismo sustentável

PorLourdes Fortes, Rádio Morabeza,27 nov 2018 18:05

2

Percurso Ecológico Pedestre Lameirão - Ribeira de Calhau (realizado no âmbito da parte prática da Formação em Guias de Turismo Comunitário)
Percurso Ecológico Pedestre Lameirão - Ribeira de Calhau (realizado no âmbito da parte prática da Formação em Guias de Turismo Comunitário)

​Pensar o turismo como elemento eficaz de inclusão social e gerador de riquezas, consciencializar as comunidades sobre o seu papel como anfitriãs neste processo, priorizando um turismo sustentável sem perder a essência das tradições e valores culturais. Eis alguns dos objectivos do Fórum de Turismo Sustentável de São Vicente, que acontece de 28 a 30 de Novembro.

O Fórum enquadra-se no âmbito do projecto “Rede de Promoção do Turismo Solidário e Inclusivo, do Desenvolvimento Sustentável e Valorização do Território na Ilha de São Vicente", é promovido pela Associação dos Amigos da Natureza (AAN), em parceria com CERAI e a Câmara Municipal de São Vicente, financiado pela União Europeia.

Aguinaldo David, director executivo da Associação Amigos da Natureza, afirma que a ideia é promover o debate e a reflexão das boas práticas do turismo sustentável comunitário, rural e inclusivo.

“É trazer para a discussão um tema fundamental para o desenvolvimento do país e de São Vicente, em particular, que é o turismo, pelo papel que assume na economia nacional mas também pelos novos paradigmas que queremos aqui discutir com a classe política, operadores turísticos, incluindo as comunidades que achamos que deverão ter um papel fundamental nesse desenvolvimento”, afirma.

O turismo pode ter um papel determinante como agente de desenvolvimento, apresentando-se como impulsionador e um meio para o desenvolvimento económico, social, cultural e ambiental.

O director executivo da associação Amigos da Natureza afirma que o objectivo é fazer com que as comunidades deixem de ser pontos de passagem mas sim de atracção turística.

“Servimos do turismo como instrumento para capitalização dos ganhos que temos tido nessas comunidades e promoção de um desenvolvimento local. Quer isso dizer que vemos o turismo como uma ferramenta para a promoção dessas comunidades. Acontece que até agora, quando chegam os turistas, há vários roteiros, passam nas comunidades mas não há uma interacção directa com elas, não há uma fixação de riqueza nessas comunidades através do turismo”, indica.

A demanda turística é cada vez mais exigente e os turistas procuram, muitas vezes, autenticidade, seja por meio da cultura ou do meio ambiente. Novas exigências que contradizem a essência do turismo em massa, que privilegia o lucro imediato e em escala. A qualificação do destino nesta matéria é indispensável, trabalho que, segundo Aguinaldo David, já está a ser feito.

“Estamos a desenvolver roteiros, e através desses roteiros, desenvolver actividades que chamamos de negócios rurais junto dessas comunidades, quer sejam negócios familiares ou comunitários que possam atrair turistas, porque a questão que se coloca muitas vezes é a falta de alternativas e de produtos turísticos, que as comunidades possam oferecer e contribuir para o seu desenvolvimento local. Fazendo isto, também estamos trabalhar nos patrimónios existentes, quer sejam ambientais, culturais e geológicos, valorizando-os para o consumo dos turistas”, refere.

O líder associativo aponta o turismo como um instrumento para o crescimento económico e sustentável das comunidades, através da geração de emprego e riqueza local.

Neste momento beneficiam do projecto Rede de Promoção do Turismo Solidário e Sustentável de São Vicente as comunidades de Calhau, Ribeira de Calhau, Madeiral, Salamansa, Ribeira Bote, Ribeira de Vinha, Curral de Tortolho, São Pedro.

Políticas, paradigmas modelos de turismo sustentável, o turismo visto de diversas perspectivas, a investigação e inovação do turismo na área do turismo sustentável, boas práticas de turismo sustentável e comunitário, solidário e responsável, são alguns dos temas que estarão em analise durante o fórum, que acontece num dos hotéis da cidade do Mindelo.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Lourdes Fortes, Rádio Morabeza,27 nov 2018 18:05

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  28 nov 2018 12:32

2

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.