Hospital Baptista de Sousa admite falhas no processo da paciente infectada com COVID-19 - Ministro da Saúde

Correios renascem com compras online e apostam no transporte de carga inter-ilhas

PorExpresso das Ilhas, Inforpress,12 dez 2018 9:07

​Os Correios de Cabo Verde vão apostar na procura de sustentabilidade através no serviço de transporte de carga inter-ilhas, após ter conseguido equilibrar as contas que vinham de uma sequência de seis anos de prejuízos, que rondaram os 500 mil contos.

Cipriano Carvalho, administrador executivo dos Correios de Cabo Verde, fez esta revelação em entrevista à Inforpress, tendo sublinhado que a situação da instituição é “razoável” neste momento.

Com as compras online a situação dos Correios tende a inverter-se, registando uma “retoma financeira”. Prova disso, realçou, a empresa conseguiu aumentar o seu EBIT (lucro operacional de toda a actividade da empresa) de 12 mil contos, em 2016, para 29 mil contos, em 2017.

“Já aumentamos de 12 mil para 29 mil contos positivos, o que traduz num aumento de cerca de 141%. Estamos a caminhar a passos largos para o equilíbrio económico e financeiro e o resultado líquido de 2017 já reflecte tudo isso”, regozijou-se Cipriano Carvalho.

As contas de 2017 ainda não estão aprovadas em sede da assembleia-geral, porque o Estado, único accionista, ainda não convocou a assembleia-geral.

Os CCV pretendem diversificar a sua carteira de produtos e vão entrar no serviço de transporte de carga inter-ilhas, que ultrapassa a dimensão postal. Esta nova oferta será possível através de uma parceria com a Guarda Costeira que vai disponibilizar os seus aviões para transportar as cargas, destacou Cipriano Carvalho.

“É um projecto que já tem o aval do próprio Governo, através do ministro da tutela, que é o ministro do Turismo e Transporte, já tem também várias nuances de acordos com a Guarda Costeira e está entrando num bom ritmo”, declarou.

Os Correios estão a estudar também a forma de estabelecer uma parceria semelhante com a empresa que vai explorar o serviço de transporte inter-ilhas, Transinsular, no sentido de comprar um espaço nos navios dessa para fazer o transporte de carga.

Na mesma linha de ideias, Cipriano Carvalho avança que em ambos os casos o preço doserviço será acessível para o consumidor.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas, Inforpress,12 dez 2018 9:07

Editado porNuno Andrade Ferreira  em  2 set 2019 23:22

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.