Angola estuda abertura de campos petrolíferos à China

PorExpresso das Ilhas,17 jun 2020 10:57

Angola, segundo avança o Africa Report, prepara-se para ceder a exploração de alguns campos petrolíferos à China. O objectivo, diz aquele órgão especializado em noticias sobre África, é "aliviar a dívida". Em Maio a dívida angolana à China estava nos 22 mil milhões de dólares.

Segundo a mesma publicação, a necessidade de Angola enfrenta actualmente de aliviar a sua dívida está a dar à China a possibilidade de alargar as suas participações em campos petrolíferos numa altura em que a "utilização do petróleo do país para o serviço da dívida se desmorona".

Em Maio, a dívida angolana cifrava-se nos 22 mil milhões de dólares e Angola, como refere o semana´rio portugês Expresso, refere que o país liderado por João Lourenço estava a estudar a possibilidade de ceder a exploração de campos petrolíferos embora recusasse a "cedência de activos estratégicos como está a acontecer noutros países africanos igualmente devedores do Estado chinês".

Já este mês, relata o Africa Report, Angola reduziu o número de cargas petrolíferas enviadas para a China para pagar as suas dívidas, tendo ainda afirmado que pediu alívio da dívida ao G20. 

Os empréstimos garantidos pelo petróleo representam cerca de dois quintos da dívida externa de Angola e a maior parte das suas obrigações para com a China. Luanda e Pequim "têm ambas boas razões para se afastarem do modelo actual" do petróleo utilizado para o serviço da dívida, diz Nick Branson, analista sénior de África da Verisk Maplecroft, em Londres citado pelo Africa Report. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,17 jun 2020 10:57

Editado porSara Almeida  em  17 jun 2020 14:54

pub.
pub.
pub
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.