Filho de José Eduardo dos Santos em prisão preventiva

Edição 865 – 27 de Junho

PorExpresso das Ilhas,27 jun 2018 0:19

Edição 865 Expresso das Ilhas
Edição 865 Expresso das Ilhas

Expresso das Ilhas nas bancas esta quarta-feira

Nesta edição, o Expresso das Ilhas dá destaque ao caso da evacuação na Boa Vista: Procuradoria investiga possível crime de omissão de auxílio. “O Ministério Público ordenou a abertura de instrução face a informações tornadas públicas, dando conta do falecimento de uma mulher grávida, residente na ilha da Boavista, que havia sido evacuada, em virtude do estado de saúde, e transportada numa embarcação para a ilha do Sal porque, alegadamente, não obstante a indicação médica para evacuação por via aérea, tal foi recusada”, adianta a PGR em comunicado.

Também neste número, José Freitas, presidente da Câmara de Tarrafal de São Nicolau: “Não pedimos transporte todos os dias - queremos é transporte regular para que as pessoas consigam programar as suas vidas”. A 2 de Agosto completam-se 13 anos desde a criação do município do Tarrafal de São Nicolau, quase metade dos quais sob a presidência de José Freitas de Brito. A meio do seu segundo mandato, o edil fala da visão do turismo que se pretende para esta ilha de morabeza e, em particular, para o concelho onde foi criada a morna mais famosa de sempre (Sodad) e onde situam duas das Sete Maravilhas Naturais de Cabo Verde (Carbeirinho e Monte Gordo). Município piscatório, é também aqui que se pesca e prepara a emblemática ‘incmenda di terra’, o atum Cadório da SUCLA. Assim, a pesca e a diminuição do pescado nas costas da ilha também temas abordados, a que se juntam, entre outros, o “deus-nos-acuda” das evacuações, o emprego e a habitação. Num município onde ainda “falta muita coisa”, há já muito trabalho a decorrer e também muita expectativa em relação a projectos que podem trazer respostas à falta de oportunidades, em particular a eventual construção do Porto de Águas Profundas. No centro de tudo, nesta ilha situada no meio de Cabo Verde, destaca-se ainda a falta de ligações, que “condiciona o seu desenvolvimento” e a esperança de melhores soluções com o termo do concurso para a concessão dos transportes marítimos.

Luís Leite, Administrador Executivo da GARANTIA: Devemos ser mais ousados e ambiciosos. Em 1990, houve a reforma do quadro institucional da actividade seguradora, favorecendo o aparecimento de companhias de seguros privadas. Um ano depois, foi criado o Instituto de Seguros de Cabo Verde, que tinha como funções o controlo e a supervisão do mercado segurador. O Instituto de previdência Social é transformado em sociedade de capitais públicos passando a denominar-se GARANTIA Companhia de Seguros de Cabo verde, SARL. Em 1992, A GARANTIA é transformada em sociedade anónima e em 1998 o Decreto-Lei nº 70/98 de 31 de Dezembro autoriza a alienação de parte das acções detidas pelo Estado na Garantia. A 30 de Abril de 2014, a Fidelidade, Companhia de Seguros S.A., adquire 55,8945% do Capital Social da GARANTIA e em Dezembro do mesmo ano os trabalhadores da Companhia adquirem acções ao Estado de Cabo Verde. Fevereiro de 2016, a Companhia apresenta a nova identidade visual da Garantia, um logótipo que nasceu da união da Garantia com a Fidelidade, e que traduz uma marca mais moderna, forte e internacional. Há um ano, a Garantia lançou no mercado nacional o primeiro Seguro de Saúde privado, destinado à população em geral e com uma Rede Privada de Prestadores. O passado do sector, os desafios do presente e as apostas do futuro são os temas principais desta entrevista com Luís Leite, administrador executivo da GARANTIA.

Movimento social pelos direitos LGBTI. Grandes Marcos. Na sexta-feira, dia 29, Praia vai ser palco de mais um evento Praia Pride, enquadrado na Semana do Orgulho LGBTI. Foi há exactamente cinco anos – a 29 de Junho de 2013 – que Mindelo inscreveu Cabo Verde no grupo de países a organizar a parada do orgulho. Aos apelos à tolerância e à não discriminação juntam-se hoje na agenda dos activistas novas bandeiras, mais definidas e consequentes. Deitamos um olhar aos marcos a assinalar no percurso do activismo LGBTI em Cabo Verde.

Segurança: PAICV quer resultados e governo garante abordagem integrada. A criminalidade não para de crescer e está cada vez mais sofisticada, sublinhou esta segunda-feira, no parlamento, o deputado do PAICV, João Baptista Pereira. Paulo Rocha defende sucesso do programa Cidade Segura.

Regressa o Campus África, por uma ‘Macaronésia do conhecimento’. De 11 a 26 de Julho, a cidade de San Cristobal de La Laguna, em Tenerife, volta a receber centenas de bolseiros africanos, incluído 60 cabo-verdianos, para mais um Campus África. Organizado a cada dois anos pela Universidade de La Laguna, Canárias, em parceria com instituições públicas e privadas, o Campus África cumpre este ano a sua terceira edição. O evento quer afirmar-se como um fórum de reflexão especializada sobre o lugar do continente africano no processo de globalização, com as questões da saúde pública e desafios regionais nesta área no topo da agenda.

No interior, a opinião de José Almada Dias, De Lisboa vê-se o mundo em tempo de festas juninas, de investimento na cultura e num turismo de futuro; de César Monteiro, Eutrópio Lima da Cruz: trajectória de vida e percurso musical; e do cronista marinheiro Manuel Brito-Semedo, Cabo Verde e a literatura-mundo. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,27 jun 2018 0:19

Editado porJorge Montezinho  em  27 jun 2018 15:03

pub.
pub

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.