Espiões russos apanhados a “investigar” cabos submarinos

PorExpresso das Ilhas,20 fev 2020 9:10

Digno de um filme de James Bond, o famoso 007 criado pelo escritor Ian Flemming. A espionagem pode acontecer aos mais diferentes níveis. A espionagem digital é uma das maiores preocupações, pois alguém pode “descobrir muita coisa” estando simplesmente ligada à rede.

Recentemente agentes secretos da Rússia foram apanhados a “investigar” cabos submarinos.

Segundo o jornal britânico The Sunday Times, agentes secretos da Rússia foram apanhados a “investigar” os cabos submarinos que ligam a Europa à América do Norte. Ainda não se sabe qual o propósito de tal acção, mas o corte de algum dos cabos pode levar a que países fiquem sem internet. O facto de um país ficar desligado da “rede”, influenciará também negativamente a sua economia.

De acordo com o Business Insider, ao todo são mais de 300 os cabos submarinos no fundo dos oceanos que são responsáveis por 97% de todo o tráfego intercontinental. Ao todo são mais de 900 mil quilómetros de cabos submarinos.

De salientar que apesar de toda a importância destes cabos, não existe qualquer tipo de protecção dos mesmos. Além disso, a localização dos mesmos pode ser facilmente descoberta através de imagens que estão disponíveis na internet ou serviços, como é o caso do site Submarine Cable.

As entidades policiais irlandesas suspeitam que os agentes russos pretendiam encontrar formas de interceptar as comunicações. O objectivo poderá ser a monitorização das transacções económicas e as comunicações estabelecidas entre os Estados Unidos e a Europa. No entanto, tal pode ser também uma “forte arma” do governo russo para demonstrar a sua força ao ocidente.

De referir que na Irlanda estão também servidores de vários serviços digitais relevantes que pertencem a empresas como a Google, Facebook, Airbnb ou o Twitter.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,20 fev 2020 9:10

Editado porSara Almeida  em  20 fev 2020 9:10

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.