Covid-19: bactérias do intestino humano produzem compostos que inibem o vírus SARS-CoV-2

PorExpresso das Ilhas,26 jun 2021 10:16

A investigação foi apresentada num encontro mundial de microbiologia.

Investigadores da Universi­dade Yonsei, na Coreia do Sul, descobriram que algumas bactérias comensais que se encontram naturalmente no intestino humano produzem compostos que inibem o vírus SARS-CoV-2, responsável pela covid-19, concluiu um estudo agora divulgado.

Descobertas clínicas anteriores mostraram, de acordo com o jornal Público, que alguns pacientes com a doença covid-19, na forma moderada a grave, apresentam sintomas gastrointestinais, enquanto outros apresentam sinais de infecção apenas nos pulmões.

“Questionámo-nos sobre se as bactérias residentes no intestino poderiam proteger da invasão do vírus”, disse Mohammed Ali, um doutorando de Medicina na Universidade Yonsei, em Seul, citado num comunicado da ASM.

Para investigar essa hipótese, os investigadores examinaram as bactérias dominantes do intestino humano quanto à sua actividade contra o SARS-CoV-2. A investigação revelou, segundo a mesma fonte, que as bifidobactérias, que já haviam mostrado capacidade de suprimir a Helicobacterpylori, responsável por várias infecções gastrointestinais, e se mostram activas contra a síndrome do intestino irritável, tinham essa actividade, disse Mohammed Al.

Texto originalmente publicado na edição impressa do Expresso das Ilhas nº 1021 de 23 de Junho de 2021.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Expresso das Ilhas,26 jun 2021 10:16

Editado porDulcina Mendes  em  26 jun 2021 10:16

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.