Das plantas, um segundo rendimento

PorSheilla Ribeiro,6 fev 2020 11:26

2

Zamiculca, Lírio da Paz, Suculentos, Onze Horas , Jibóia, Espada de São Jorge, e outras plantas de decoração de interior fazem parte do catálogo da Vidamia Plantas, de Natalina Mendes.

Natalina Mendes é assistente dentária, mas o amor pelas plantas fez com que encontrasse uma segunda fonte de rendimento. De hobby, cuidar e arranjar plantas deu origem a Vidamia Plantas, um “pequeno negócio” de plantas ornamentais. Vida e amor são as palavras que esta jovem usa para descrever as plantas.

“Eu poderia escolher qualquer negócio, mas escolhi plantas porque sempre teve plantas na casa da minha mãe. Ela é viciada em plantas, somos uma família que gosta muito de plantas e quando estamos reunidos o assunto é planta”, descreve.

Após abrir o negócio, Natalina Mendes passou a contar com a ajuda da mãe para costurar os sacos, mas, a reprodução e os arranjos ficam por sua conta. No catálogo, estão incluídas plantas como Zamioculca, Lírio da Paz, Suculentos, Onze Horas (mais conhecida por Alice), Jibóia (mais conhecida por Trepadeira), Espada de São Jorge e outras plantas para decoração no interior das casas.

“O meu foco é a espada de São Jorge, por ser uma espécie que eu tenho no meu canteiro”, menciona. Os preços, informa, variam entre 200 e 2000 escudos sendo que a principal característica da marca, são os vasos brancos.

“Branco porque é uma cor que eu, particularmente, gosto e que transmite muita paz. E depois, a maioria das pessoas tem pedido vasos apenas na cor branca. A moda pega (risos). Além de que o branco é clássico”, assegura.

Para Natalina Mendes, as plantas dão “mais vida e alegria” à casa, além de outros benefícios.

“Para além da beleza natural purificam o ar e proporcionam o stress free. Ou seja é uma terapia”, garante.

Por isso, alerta os pais a estimularem nas crianças o gosto pelas plantas.

“Vamos tentar estimular os nossos filhos a gostar, a cuidar e a ter delicadeza juntando o útil ao agradável e não apenas ocupá-los com tecnologia, como tablets e telemóveis”, apela.

Dicas de Cuidado

Segundo a nossa entrevistada, há pessoas que gostam das plantas e que entretanto não têm tempo e nem espaço para as mesmas. “ Para ter espaço, basta usar a criatividade, qualquer cantinho da casa pode ser aproveitada e ser transformado num cantinho verde, basta procurar uma planta adequada para o ambiente”, orienta.

Arranjar um lugar para transformar em cantinho verde e uma espécie que se adeque ao ambiente são, conforme Natalina Mendes, os primeiros passos para o melhor cuidado.

“Porque há plantas que não gostam apanhar a luz do sol directamente”, justifica.

Em seguida, é preciso ter uma “boa terra com estrume e depois regar. Mas, alerta, há que ter atenção com a rega tendo em conta que há plantas que não gostam de muita água.

“Por exemplo, a Espada de São Jorge e os Suculentos não gostam de muita água”, complementa.

Por último, diz que é preciso dedicar-se de corpo e alma, dado que “definitivamente, as plantas fazem bem a alma”. 

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,6 fev 2020 11:26

Editado porSara Almeida  em  6 fev 2020 23:37

2

pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.