Tornando os nossos valores vivos! Valor por trás da nossas ações! Valores que “gritam”!

PorPatrícia Rocha,30 abr 2020 9:31

Senti uma vontade imensa de falar sobre valores! Sim sobre valores! Muitas pessoas não têm claro quais são os seus valores e o quanto são ferramentas poderosas de desenvolvimento.

O que são nossos valores?

Os nossos valores são princípios que governam as nossas vidas, que nos levam a atuar e a reagir de determinada forma no nosso dia a dia. São maleáveis, individuais, subjetivos e influenciados pelo externo, como contexto, o tempo, o interesse, a cultura, etc. Os nossos valores representam como nos posicionamos e são reflexos da nossa vida interior.

Perceber a importância e a influência que os valores pessoais têm na vida de cada um é indispensável. O papel que os valores representam na definição dos nossos objectivos é bastante poderoso, e em parte dita o sucesso dos mesmos. Há pouco tempo, num processo de coaching tive a felicidade de conduzir um cliente a alcançar a sua meta. Durante processo aplicou-se a ferramenta de identificação e hierarquização dos Valores pessoais que o guiam na sua vida, ou seja, os valores que realmente fazem sentido ou são importantes para ele. Foi a cereja no topo do bolo.

Agora pergunto: quais os valores que vos acompanham em várias situação das vossas vidas? Será a honestidade, a paz interior, liberdade, cooperação, gratidão, respeito, proteção, disponibilidade, sucesso, humanismo...

Pare e reflita!

Uma das razões pelas quais nos sentimos aborrecidos, stressados, desiludidos, irritados, infelizes está intimamente ligado ao fato de não estarmos a viver os nossos valores. 

Pensem por um momento nos vossos valores. Valores morais, éticos, sociais, relacionais, profissionais...vamos enumerá-los? Vamos refletir sobre eles?

Vou dar uma sugestão : escreva 10/12 valores que fazem parte do seu eu, da sua essência. E observe como isto refletirá na sua vida!! Apenas isso... traga para a sua consciência os seus valores e pense sobre eles!! 

E ainda, experimente escrever três listas:

1. O que eu faço no meu dia a dia, com a minha família, no meu trabalho, com os meus amigos, etc., que esteja alinhado como os meus valores; 

2. O que eu não faço, embora alinhado com meus valores, e que podia e/ou deveria fazer; 

3. E, por último, o que eu faço e percebo que não está alinhado com meus valores;

Bem o que fazer com tudo isto? Só você poderá responder.

Eu acredito que alguns insights, algumas percepções acontecerão.

Conhecer os próprios valores produz compreensão, leva a entender que as pessoas são diferentes entre si, ou seja, significa que são orientadas por valores e princípios pessoais distintos. 

Passamos a aceitar as escolhas dos outros e perceber que elas lutam as suas batalhas internas e que nem tudo o que o que fazem visa atingir-nos.

Termino dizendo que os valores precisam ser flexibilizados para dar prioridade a outro diante do que a necessidade impõe. 

É chegado o momento de cada um de nós parar e realizar um balanço a respeito dos nossos valores e atitudes, de como poderemos participar e contribuir para atenuar as debilidades causadas pela famigerada PANDEMIA.

Na sua listagem quais são os valores que constam? É possível flexibilizá-los? Como pode ajudar-se e ajudar a sociedade? 

Matuta sobre isto!! 

Patrícia Rocha

Life Coach

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Patrícia Rocha,30 abr 2020 9:31

Editado porSara Almeida  em  28 mai 2020 7:19

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.