Desempregada pela pandemia aposta na produção de vasos de cimento

PorSheilla Ribeiro,16 jul 2020 15:51

A pandemia do novo coronavírus trouxe várias consequências negativas. Uma delas é o facto de que muitos cabo-verdianos, e não só, estarem a perder os seus empregos. É o caso de Eliane Carvalho, que começou a produzir vasos de cimento como forma de driblar a situação.

Eliane carvalho é engenheira em energias. Mas o amor pelas plantas sempre esteve presente. Durante o confinamento, depois de perder o emprego, uniu o útil ao agradável, o amor pelas plantas e a necessidade de ter uma outra fonte de rendimento, e criou a Plantarte.

A Plantarte, diz Eliane, surgiu de um sonho antigo que ficou guardado, durante “muito tempo”. Sem emprego, a engenheira viu a oportunidade de realizar este sonho.

“Iniciei fazendo vasos de plantas para a minha mãe, e a minha família inteira ficou impressionada e começou a me incentivar para que eu fizesse mais. Daí comecei a pensar na possibilidade de torná-lo um negócio”, narra.

Eliane Carvalho, que começou a produzir vasos de cimento, feitos à mão, para plantas de interiores, criou a conta Plantarte no Instagram. Isso para ajudar na divulgação e ter um maior alcance do público

O público aceitou bem o negócio. Isto porque, continua, a pressão psicológica, durante o período de confinamento, fez com que as pessoas encontrassem nas plantas uma terapia natural para “esquecer dos problemas”.

Apesar de julgar o negócio rentável, Eliane não acredita que seja possível viver apenas com a produção dos vasos por se tratar de “um mercado com demanda muito variável”.

“O meu amor pelas plantas e de vê-las da melhor forma possível, inspiram-me na hora de produzir os vasos”, descreve.

O preço dos vasos varia entre 500 e 4 mil escudos, dependendo do tamanho.

Concorda? Discorda? Dê-nos a sua opinião. Comente ou partilhe este artigo.

Autoria:Sheilla Ribeiro,16 jul 2020 15:51

Editado porSheilla Ribeiro  em  17 jul 2020 9:15

pub.
pub.
pub.
pub.
pub.

Últimas no site

    Últimas na secção

      Populares na secção

        Populares no site

          pub.